Espanha

Roteiro Aragão (Espanha) | Alquezar e Mont-Rebei

roteiro aragão espanha

Este roteiro pelo Aragão não estava nos nossos planos, mas quando descobrimos que se tratava de uma região montanhosa, repleta de lindas caminhadas, desfiladeiros vertiginosos e rios de cor turquesa pareceu-nos uma excelente opção para uma paragem estratégica antes de chegar ao sul de França

Em 3 dias ficou muito por ver, mas foi o suficiente para nos apaixonar-mos pela região. Nunca imaginamos ver paisagens destas aqui tão perto de nós. Conhecemos muito pouco de Espanha. Visitamos os clássicos, Barcelona e Madrid e descobrimos há bem pouco tempo Lanzarote e Tenerife, mas sabemos que os nossos vizinhos têm muito para oferecer aos amantes de natureza. O Aragão foi sem dúvida uma prova disso. É uma excelente escolha para quem procura umas férias em contacto com a natureza sem ir para muito longe.

Roteiro Aragão | Preparar a viagem

Como chegar

Só para vos situar, o Aragão é uma comunidade autónoma espanhola que fica encostada à Catalunha. Um dos melhores locais para chegar por via aérea é a sua capital: Saragoça.  Existem voos directos de Lisboa para Saragoça aos domingos e às quartas por apenas 20€ com a Ryanair!

Quanto a nós optamos por ir com o nosso carro desde Portugal. Do Porto até Alquezar são cerca de 950 kms, inicialmente numa autoestrada sem portagens e depois em estradas nacionais. Decidimos sair no fim do trabalho numa sexta à tarde e por isso optamos por passar uma noite em León antes de seguir viagem até Alquezar.

roteiro aragão

Que itinerário escolher no Aragão

O Aragão tem uma área que ronda os 48 000 km2 e é incrível a diversidade de paisagens que aí encontram. Por isso o vosso itinerário irá depender daquilo que procuram na vossa viagem. Se quiserem visitar cidades irão certamente incluir a capital do Aragão, Saragoça, para admirar a fabulosa Basílica de Nossa senhora do Pilar e algumas cidades como Alquezar, Albarracín ou ainda Loarre.

Se o que procuram é natureza e actividades radicais como canyoning então devem privilegiar o norte: a Sierra de Guara, o Parque Nacional de Ordesa e o Monte Perdido nos Pirenéus.

Alugar um carro em Espanha

Se optarem por viajar de avião e quiserem explorar a região sem as limitações impostas pelos transportes públicos (escassos no norte do Aragão), só têm uma opção: alugar um carro. Nas nossas viagens alugamos quase sempre no site da Autoeurope, já tivemos alguns problemas durante as nossas viagens e foram sempre impecáveis. Além disso os preços e coberturas são praticamente imbatíveis, optamos sempre pela Super Cover com franquia zero para viajarmos descansados. Podem fazer a vossa reserva aqui: Alugar carro no Aragão.

Seguro de viagem para a Espanha

Nesta altura de pandemia não quisemos arriscar e os seguros da IATI têm excelentes coberturas incluindo problemas relacionados com o coronavirus. Escolhemos o Seguro Escapadinhas que é ideal para roadtrips na Europa. Para 2 semanas pagamos apenas 25€/pessoa ! Contando já com o nosso desconto de 5%. Para usufruir desse desconto basta carregar na seguinte imagem:

seguro viagem
seguro viagem covid

Custo de vida no Aragão Espanha

Não consigo dizer ao certo quanto é que gastamos apenas no Aragão, mas podem ver os nossos gastos detalhados do nosso roteiro completo no nosso artigo: Roteiro de 2 semanas no Sul de França e Aragão (em breve)

Em termos de comida, encontram restaurantes para todas as carteiras, ligeiramente mais caros que em Portugal. Se quiserem poupar podem sempre optar por comer em tascas e padarias, servem tapas deliciosas. Pagamos cerca de 25€ para duas pessoas para uma refeição à base de tapas com bebidas incluídas e sobremesa. Ao almoço comemos geralmente sandes de forma a poupar tempo.

Não pagamos portagens em Espanha, a autoestrada de Chaves até Vitória é gratuita. Ou seja, fica mais caro fazer o trajecto Porto-Chaves do que atravessar toda a Espanha. A autoestrada espanhola não é espectacular, admito, mas faz-se muito bem. Quanto à gasolina é incrivelmente barata, chegamos a encontrar gasolina a 1€ o litro!! 

Os preços dos hotéis, mais uma vez, são semelhantes a Portugal. Existem diversas opções, mas contem com pelo menos 40€ para um quarto duplo com casa de banho privativa. 

roteiro aragão alquezar rio vero

Roteiro Aragão | O nosso itinerário

Dia 1 - Alquezar e Rio Vero

Começamos o dia com uma linda caminhada junto ao rio Vero, essa caminhada inicia-se no centro de Alquezar sendo necessário pagar uma taxa de entrada de 4€/pessoa. O percurso é circular, muito fácil e muito lindo. Demoramos cerca de 3h no total com paragens para várias fotografias. No regresso almoçamos na varanda de uma pequena padaria com vistas fabulosas e que fica mesmo no início da caminhada, Panadería L’Artica.

De tarde decidimos passear por Alquezar e aproveitar a cidade. Podem visitar a Colegiata Santa Maria la Mayor (encerra à hora do almoço até às 16h!), mas a principal atividade desta região é sem dúvida o canyoning. Infelizmente já não conseguimos reserva para nós, mas é uma atividade a não perder. Para quem não conhece consiste em “caminhar” praticamente dentro do rio, havendo partes com escalada, saltos, rapel… Existem vários percursos para todos os níveis e todos os gostos. Se não gostam de saltar há sempre forma de evitar os saltos. As crianças também podem participar, mas convém reservar com alguma antecedência. Através da GetyourGuide têm a vantagem de poder cancelar até 24h antes sem custos.

roteiro aragão rio vero
roteiro aragão rio vero
roteiro aragão rio vero
rio vero alquezar
roteiro aragão alquezar
alquezar noite

Dia 2 - Embalse de Mediano

O Aragão é uma região muito surpreendente e o local ideal para amantes de roadtrips. Basta abrir o Google maps e fazer zoom numa área verde ou num lago e encontram locais incríveis. Foi assim que encontramos o Embalse de Mediano. Mas antes percorremos a estrada que fica junto ao Embalse del Grado de onde vimos ao longe o santuário de Nossa Senhora de Torreciudad. 

O defeito (ou não) desta zona é que não há indicações nem informações. Os miradouros da estrada, apesar de lindos, não conseguiram satisfazer o meu fotógrafo que queria a todo custo chegar junto ao lago. A falta de indicações e a presença de múltiplas estradas proibidas/fechadas iam nos fazer desistir até que vimos 3 carros estacionados na berma de uma estrada secundária que parecia ir ter ao lago. Percorremos essa estrada até chegar novamente a uma barreira, demos então meia volta e estacionamos junto aos outros três carros. Um deles era francês, o que fortaleceu a ideia do Axel de que este era o sítio certo e que íamos conseguir aceder ao lago a pé. 

Contornamos a barreia e após uma breve caminhada de 5 minutos chegamos a um descampado com o lago mesmo em frente e as montanhas em pano de fundo. Que paisagem extraordinária. E imaginem só quem encontramos a tomar banho no lago, duas francesas. E assim ficamos umas boas horas a contemplar a paisagem, nós, as francesas e um grupo numa excursão de kayak

A falta de informação e de indicações para o lago fazem com que seja difícil encontrar o acesso, mas também permite encontrar um lago preservado sem turistas, praticamente deserto. Se não se quiserem chatear o mais fácil é reservar uma excursão de kayak.

ROTEIRO ARAGÃO
roteiro aragao
roteiro aragao
embalse mediano
embalse mediano

Dia 3 - Congost del Mont-Rebei

Descobri esta pérola aragonesa num blogue francês no ano passado. Quanto decidimos ir de carro até o sul de França lembrei-me logo desse blogue e fui lá espreitar para perceber melhor como poderíamos visitar este local. 

Trata-se de um enorme desfiladeiro percorrido por um rio de cor turquesa, tornando a paisagem muito parecida às famosas “Gorges du Verdon” que visitamos na Provença francesa, mas com muito menos turistas. Existem várias opções para percorrer este desfiladeiro, mas recomendamos as duas seguintes:

1- Iniciar o percurso no albergue Montfalcó a pé até à ponte (~4kms) e daí continuar de kayak até La Masieta. Não encontro informações online sobre esta opção, mas vimos pessoas a fazer isso e disseram-nos que custa mais ou menos 50€ o kayak duplo.

2- Iniciar o percurso no albergue Montfalcó a pé até La Masieta (8kms) e voltar de kayak. Esta opção tem de ser reservada com antecedência neste site. Um kayak simples custa 45€/dia e o duplo 80€/dia. Ficamos com imensa pensa de não ter feito isto, ainda tentamos reservar na véspera, mas já não havia vagas. Se optarem por esta opção façam a caminhada de manhã cedo (sair do albergue por volta das 8h30) para chegar a La Masieta à hora do almoço, onde podem comer umas sandes e voltar depois de kayak, no início da tarde. Assim têm a tarde toda para aproveitar e fazer umas paragens para mergulhar.

Independentemente do percurso que escolherem, recomendo iniciar sempre no albergue pois as escadarias, apesar de vertiginosas, foram uma das melhores partes do percurso, mas são mais fáceis de fazer a subir. Para quem sofre mesmo muito de vertigens e quiser evitar as escadarias, recomendo iniciar em La Masieta, ir a pé até a ponte e voltar de kayak.  A fotografia que segue foi tirada no topo da primeira escadaria (para quem inicia a caminhada no albergue)

roteiro aragão espanha congost montrebei

Para terem uma noção, as fotografias seguintes mostram as escadarias que subimos. A primeira fotografia corresponde à primeira escadaria e as duas últimas mostram a segunda escadaria.  

congost montrebei espanha
escadaria congost del montrebei
escadaria congost del montrebei

A segunda parte do caminho, a seguir à ponte, é feita num trilho “dentro da falésia”, é muito mais fácil e menos vertiginoso. Nessa parte havia mais gente incluindo crianças e cães. São cerca de 4kms.

roteiro aragão espanha
congost montrebei

CONGOST DEL MONTREBEI - O QUE DEVEM SABER

1- Só existem dois acessos possíveis ao desfiladeiro: a partir de La Masieta ou do Albergue Montfalcó.

2- O percurso do albergue até La Masieta perfaz um total de 8kms num percurso linear e é totalmente gratuito. A primeira parte para quem inicia a caminhada no Albergue consiste numa descida de 20-30 minutos pela floresta quase até ao rio. Depois têm de subir duas séries de escadarias construídas no flanco da falésia e por isso muito vertiginosas. Podem ver os vídeos nos destaques da nossa página instagram. Depois da segunda e última escadaria têm de descer durante mais 15 minutos (o desnível aqui é importante, podem ver nas fotografias anteriores) até uma ponte que fica a meio do percurso, portanto a mais ou menos 4 km do Albergue e 4 km de La Masieta. É a partir dessa ponte que o desfiladeiro fica mais estreito e de onde é possível continuar de kayak em vez de continuar a pé. Para quem continuar a pé esta segunda parte é muito mais fácil e é quase toda feita "dentro" da falésia, por um caminho largo e praticamente plano, mas ainda assim com algumas descidas e subidas.

3- O estacionamento em La Masieta é grande e de fácil acesso, mas pagam 6€/dia sendo necessário reservar previamente neste site. O estacionamento no Albergue Montfalcó é gratuito, mas nem pensem levar o vosso carro excepto se tiverem um 4x4 ou não tiverem medo de estragar o vosso carro! No site do Albergue dizem que é acessível a qualquer tipo de veículo, mas é mentira. Já percorremos muitas estradas por esse mundo fora e acreditem que já vimos estradas muito más, mas esta foi a pior estrada que já percorremos. São 15 kms numa estrada de terra batida e pedras que vai ficando cada vez pior até chegar a uma descida repleta de lombas gigantes e buracos, pareciam ondas. A descer todos os santos ajudam, agora imaginem só fazer isto no outro sentido. Lembro-me de adormecer no albergue a pensar que iríamos sair dali de reboque. O nosso carro nem é assim tão pequeno, mas foi bem difícil tirá-lo dali e acabamos por estragar de tal forma as rodas que tivemos de as substituir no dia seguinte! Descobrimos depois que é possível ir até o albergue de táxi, existindo várias opções desde deixar o vosso carro em La Masieta ou deixá-lo num restaurante que fica no início da estrada má e vos recuperar depois em La Masieta no dia seguinte no fim da vossa caminhada. Podem reservar com o nosso amigo aqui.

4- Não pensem chegar lá e alugar um kayak na hora, tentamos fazer isso para voltar ao albergue, mas as infraestruturas em La Masieta são quase inexistentes e eles só levam o número de kayaks para as reservas que têm para esse dia. Tivemos de voltar de táxi pois já não tínhamos forças para fazer o trajeto inverso. Se quiserem fazer kayak têm mesmo de reservar previamente. Para além das opções que já mencionei, podem ainda reservar de forma livre kayaks em La Masieta para aproveitar o desfiladeiro ao vosso ritmo.

congost del mont rebei
congost del mont rebei
congost del mont rebei
roteiro aragão
congost montrebei
roteiro aragão espanha

Espero que tenham gostado deste roteiro pelo Aragão. Ficou obviamente muito por ver. Recomendaram-nos ir até La Pertusa e fazer uma caminhada ou passear de kayak em Finestres, mas era preciso mais um dia. Fica a sugestão. Tencionamos lá voltar para explorar melhor o Aragão, se tiverem tempo merece bem uma semana inteira. Se tiverem dicas ou dúvidas deixem um comentário!

Para continuar a viagem podem ver aqui o nosso roteiro no Sul de França

-

AS FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZARES A TUA  VIAGEM:

   Podes encontrar aqui os melhores voos: Skyscanner ou Momondo

   Para encontrares as melhores promoções e reservares o teu alojamento recomendamos o Booking

   Não te esqueças de contratar um bom seguro de viagem, os Seguros Iati têm atendimento em português, são especializados em viagem e não cobram franquia! Se realizares a compra através do nosso link tens direito a 5% de desconto em qualquer seguro.

    Procura as melhores excursões e compra os teus bilhetes para as melhores atrações na GetYourGuide

    Poupa em taxas de levantamento usando o Cartão Revolut

-

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares ou reservares através desses links não pagarás nada a mais por isso e estarás a ajudar os Destinos Vividos. Obrigada 🙂

 

-

-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *