Itália

Visitar Veneza | Roteiro e dicas de viagem

Visitar Veneza é viajar por 117 pequenas ilhas separadas por canais e ligadas por 434 pontes! Portanto preparem-se para ficar com rabo de brasileiro/a! Veneza é a capital da região de Veneto e o seu nome deriva do antigo povo que aqui habitava: os Veneti.  É hoje conhecida como a Cidade Flutuante ou ainda a Sereníssima e é uma das cidades mais visitadas da Europa, ao chegar lá irão logo perceber porquê.

Podem ver aqui o nosso Itinerário de 2 dias por Veneza.

visitar veneza

visitar veneza

VISITAR VENEZA – PLANEAR A VIAGEM

COMO CHEGAR A VENEZA?

Existem várias maneiras de chegar a este conjunto de pequenas ilhas, mas a melhor para quem vem de Portugal é sem dúvida a voar. Os voos mais baratos são geralmente para Treviso. Este ano encontramos voos Porto-Treviso por apenas 49 € ida e volta!

voo porto veneza

Podem também optar por voar para o aeroporto Marco Polo que fica mais perto de Veneza, mas os voos são geralmente mais caros. Outra opção poderá ser voar para outra cidade italiana, como Milão, e depois apanhar um comboio até Veneza. Optamos por esta opção para poder visitar outras cidades para além de Veneza. Podem ver aqui o nosso Roteiro completo por Itália.

COMO CHEGAR DO AEROPORTO AO CENTRO DE VENEZA ?

  • Do aeroporto Marco Polo até Veneza

Se chegarem diretamente ao aeroporto de Marco Polo basta apanhar um bus ATVO (linhas 5, 15 e 45) que vos irá deixar na Piazzale Roma. Uma ida custa 8€, ida e volta são 15€, o bilhete pode ser comprado nas máquinas do aeroporto ou então pela net no seguinte site: Transfer do aeroporto para o centro de Veneza. Poderá compensar comprar o bilhete para o aeroporto juntamente com o passe ACTV (ver mais abaixo “Como se deslocar em Veneza”)). A partir da Piazzale Roma poderão depois apanhar um Vaporetto para chegar ao vosso hotel. O terminal dos Vaporettos fica mesmo em frente à estação de comboio Santa Lucia, basta atravessar a ponte para o outro lado.

  • Do aeroporto de Treviso até Veneza

Se viajaram pela Ryanair irão provavelmente chegar ao aeroporto de Treviso, a Ryanair propõe o transfere para a Piazzale Roma de autocarro, esse transfere tem o custo de 5€. Podem adquirir o bilhete no site da Ryanair ou no aeroporto.

  • De outra cidade de Itália

Se chegaram a outra cidade italiana primeiro, como Milão ou Florença, o melhor será ir de comboio até a estação Veneza Santa Lucia. Convém comprar os bilhetes antecipadamente no site oficial da Trenitalia (comprem no site italiano, porque no português pagam uma taxa adicional). Ao comprarem com antecedência acabam por poupar bastante. Funciona como em Portugal, existem promoções se comprarem com x dias de antecedência. Além disso, se optarem por comprar no próprio dia nas máquinas da estação arriscam-se a ficar sem lugar no horário pretendido.

COMO SE DESLOCAR PARA VISITAR VENEZA ?

A melhor forma de se deslocar em Veneza para visitar a cidade é usar o “metro”. O metro em Veneza? Sim, podemos dizer que existe uma espécie de “metro” em Veneza. Já ouviram falar dos Vaporettos? São barcos públicos que fazem a ligação entre os vários bairros de Veneza bem como a outras ilhas próximas como o Lido, Murano, Burano, Torcelo… Existem várias linhas com paragens diferentes e várias direcções exactamente como o metro. Estes barquinhos são a única forma de ir relativamente rápido de um bairro para o outro e são muito usados pelos habitantes (e pelos turistas). 

visitar veneza grande canal

Existem diferentes tipos de passes a preços muito variáveis. Convém planear minimamente a vossa estadia e fazer bem as contas para ver o que compensa mais. Podem consultar as tarifas e comprar o vosso bilhete no seguinte site: Transportes públicos em Veneza ACTV. O bilhete para jovens 6-29 anos compensa imenso e dá vários descontos em vários museus de Veneza!

IMPORTANTE: Os bilhetes ACTV dão acesso a todos as linhas dos Vaporettos ACTV, excepto às linhas 16, 19, 21, Casino e às linhas Alilaguna! Portanto podem ir até às ilhas de Murano, Burano e Torcello ao contrário do que muita gente diz! Não é preciso pagar uma fortuna em excursões para ir visitar estas ilhas. Mais informações aqui: Visitar Burano e Murano

Podem carregar na seguinte imagem para explorar o mapa das linhas ACTV:

PASSES ACTV mais usados para visitar Veneza:

  • ACTV bilhete único: 7,50€
  • ACTV 24h: 20€
  • ACTV 24h + 1 ida ou volta Aeroporto Marco Polo: 26€
  • ACTV 24h + 1 ida e volta Aeroporto Marco Polo: 32€
  • ACTV 48: 30€
  • ACTV 48h + 1 ida ou volta Aeroporto Marco Polo: 36€
  • ACTV 48h + 1 ida e volta Aeroporto Marco Polo: 42€
  • ACTV 72h: 40€
  • ACTV 72h + 1 ida ou volta Aeroporto Marco Polo: 46€
  • ACTV 72h + 1 ida e volta Aeroporto Marco Polo: 52€
  • ACTV 72h + WiFi 1 dia + Rolling Venice para jovens entre os 6-29 anos: 29€
  • ACTV 72h + WiFi 1 dia + Rolling Venice para jovens entre os 6-29 anos + 1 ida ou volta Aeroporto Marco Polo: 35€
  • ACTV 72h + WiFi 1 dia + Rolling Venice para jovens entre os 6-29 anos + 1 ida e volta Aeroporto Marco Polo: 41€
  • ACTV 7 dias: 60€

Os barcos permitem percorrer grandes distâncias, mas a grande maioria do tempo terão de andar a pé. Para visitar Veneza como deve ser, preparem-se para subir e descer muitas escadas. Como já disse acima, Veneza conta com 434 pontes! Convém ter um mapa porque nem sempre conseguimos ir para onde queremos e como queremos. Em Veneza não conseguem atalhar por causa das pontes. Se não estiverem atentos poderão ter de fazer grandes desvios enquanto visitam Veneza. Aconteceu-nos chegar junto a um canal e querer passar para o outro lado, mas a ponte ficava 3 ruas mais à frente e tivemos de andar tudo para trás até encontrar a rua que dava acesso à ponte.

O Grande Canal é atravessado apenas por 3 pontes:

  • Ponte do Rialto
  • Ponte dell’Academia
  • Ponte della Constituzione

visitar veneza

VISITAR OS BAIRROS DE VENEZA

A primeira vez que olhei para o mapa de Veneza fiquei bastante confusa. Com 117 ilhas e outros tantos canais acabamos por não saber muito bem onde ficar alojado. Basicamente Veneza está dividida em duas partes pelo Grande Canal, e cada uma dessas partes está dividida em 3 bairros, perfazendo um total de 6 bairros principais: Cannaregio, San Marco e Castello em cima; Santa Croce, San Polo e Dorsoduro em baixo. A ilha Giudecca pertence ao bairro Dorsoduro.

Cannaregio

O bairro dos artistas e também o único bairro que une Veneza à terra firma pela Ponte della Libertà. É aí que encontrarão visitas de gôndolas mais “autênticas”. É aqui que se encontram a grande maioria dos restaurantes “bons e baratos” bem como hotéis mais em conta.

San Marco

Sem dúvida o bairro mais famoso e importante de Veneza. É aí que se encontra a imponente Basílica de São Marco e a praça do mesmo nome. Um bairro incontornável onde o alojamento é caríssimo, mas conseguimos encontrar um apartamento neste bairro a um preço muito acessível (ver mais abaixo).

Castello

O nome deste bairro foi influenciado pelo nome da pequena ilha de San Pietro di Castello que pertence a este bairro e que é na sua grande maioria ocupada por uma fortificação construída na meia-idade.

Santa Croce

Talvez o bairro “menos bonito” de Veneza por não possuir tantos monumentos e as suas ruelas estarem mais degradadas.

San Polo

O bairro mais pequeno de Veneza, e provavelmente o meu favorito. Está unido ao bairro de San Marco pela famosa Ponte do Rialto. Adoramos percorrer estas ruelas e descobrir o mercado do Rialto de manhã cedo.

Dorsoduro

O bairro “mais alto” de Veneza, é o que sofre menos do fenómeno “acqua alta” (as cheias que inundam cada vez mais Veneza). É o bairro dos museus que contribuíram para a fama de Veneza: Gallerie dell’Accademia e o Museu Ca’Rezzonico e sem esquecer que é aqui que se encontra a Basílica Santa Maria della Salute, o famoso postal de Veneza visível desde a praça São Marco.

basílica são marco veneza

palácio ducal veneza

O QUE VISITAR EM VENEZA?

Fica aqui uma lista dos principais sítios a visitar em cada bairro, estão listados por ordem de importância. As cores referem-se às cores dos pins no mapa que partilho mais abaixo.

Cannaregio (azul): 

  • Campo del Ghetto. Adoramos passear por estes canais e ruelas. Um bairro muito calmo com bons restaurantes e muitos artistas.
  • Palácio Ca’ Oro. Só vimos o palácio do exterior, mas a visita deve valer a pena!
  • Igreja della Madonna dell’Orto
  • Igreja Santa Maria dei Miracoli
  • Igreja Santa Maria Assunta detta I Gesuiti

San Marco (vermelho)

  • Basílica de São Marco. Um imperdível de qualquer visita a Veneza! Recomendo comprar com antecedência o bilhete e fazer a visita com um guia oficial. A experiência com um guia é completamente diferente: Bilhete Visita Guiada da Basílica São Marco.
  • Praça São Marco. Um incontornável da cidade! De noite fica praticamente vazia sendo muito agradável passear por lá. Mas tenham cuidado com as pombas! Se alguém vos propuser comida para as pombas se pousarem em cima de vocês saibam que a fatura no fim será bem elevada!
  • Palácio Ducal. Uma das nossas visitas favoritas, compramos o bilhete antecipadamente, mas tivemos pena de não comprar o bilhete com guia. Podem fazê-lo aqui: Bilhete Palácio Ducal. Também podem optar por comprar aqui o bilhete conjugado Palácio + Basílica.
  • Ilha de San Giorgio Maggiore. Vale muito a pena subir ao campanilo dessa ilha, em vez de subir ao campanilo da praça São Marco. A vista é bem mais gira e é menos turístico!
  • Campanilo de São Marco. Pode ser sempre uma opção caso não tenham tempo de ir até a ilha de San Giorgio Magiorre.
  • Ponte dos Suspiros. Faz parte de quase todos os percursos de gôndola, mas tenham cuidado com este tipo de passeio. Muitos gondoleiros ficam apenas no grande canal e não se aventuram pelos pequenos canais que têm muito mais charme. Trata-se de uma excursão bastante cara, mas adoramos a experiência em si. Podem reservar uma  visita guiada de Veneza numa gôndola típica aqui: Passeio de Gôndola.
  • Torre dell’Orologio.

Castello (rosa)

  • ilha de San Pietro di Castello 
  • Basílica de São João e São Paulo
  • Livraria Acque Alta. Não conseguimos incluir esta livraria no nosso roteiro, com muita pena nossa. Dizem que vale mesmo a pena, se tencionam visitar Veneza tentem passar por lá!
  • Praça Zanipolo
  • Igreja di San Francesco della Vigna
  • Jardim della Biennale
  • Museu Storico Navale

Santa Croce (amarelo)

  • Igreja di San Stae
  • Museu de História Natural
  • Igreja de São Nicolau e Tolentino

San Polo (laranja):

  • Mercado do Rialto. Privilegiar as horas matinais (antes das 09h30), comprar lembranças neste mercado acaba por ficar caro, mas têm coisas lindas.
  • Igreja Scuola Grande di San Rocco

Dorsoduro (verde)

  • Catedral Santa Maria della Salute. Uma visita a não perder em Veneza!
  • Galeria dell’Accademia
  • Museu Ca’ Rezzonico
  • Colecçãao Peggy Guggenheim
  • Igreja de São Sebastião

Para além de Veneza central, as ilhas de Burano e Murano merecem sem dúvida uma visita. Podem ler o nosso artigo consagrado a estas duas ilhas: Visitar Murano e Burano

visitar veneza

Podem carregar na seguinte imagem para localizar cada um dos sítios listados:

ONDE DORMIR EM VENEZA?

Como já referi anteriormente, conseguimos encontrar um alojamento muito em conta no bairro central de San Marco. Um excelente apartamento a menos de 10 min a pé da praça São Marco. O apartamento pode receber até 4 pessoas, possui cozinha e casa de banho totalmente equipadas, wi-fi, ar condicionado e encontra-se numa zona sossegada próxima de duas estações de vaporetto: San Angello e San Samuelle. 67€/noite para 4 pessoas  –> Roberta Airbnb.

Ao inscreverem-se através do seguinte link –> AIRBNB <– ganham automaticamente um crédito de 25€ , é uma política bastante interessante do Airbnb para promover a plataforma deles, depois de inscritos também poderão convidar os vossos amigos e familiares e ganhar assim mais crédito de viagem!

Outras opções que achamos interessantes:

  • Cà dell’arte Suite

Apartamentos no centro de Veneza, no bairro de Castello entre a praça São Marco e a ponte do Rialto. Os apartamentos  são espaçosos, confortáveis e bem decorados dispondo de uma cozinha totalmente equipada, casa de banho com banheira e produtos de higiene, televisão por satélite, Wi-Fi e ar condicionado. 94€/noite

🛌 QUERO RESERVAR ESTE HOTEL

  • Locanda Ca’Formosa

Um hotel no entro de Veneza com 6 quartos duplos decorados à antiga com casas de banho espaçosas. Todos os dias é servido um enorme buffet de pequeno-almoço (incluído na tarifa). 105€/noite.

🛌 QUERO RESERVAR ESTE HOTEL

E se ainda não ficaram satisfeitos com estes hotéis, façam a vossa própria pesquisa no Booking (podem escolher para aparecer por ordem de preços crescentes):



Booking.com

 

ONDE COMER BARATO EM VENEZA?

É possível comer bem e barato em Veneza? Sim! Basta fugir das zonas turísticas e procurar nas pequenas ruelas. Deixamos aqui algumas sugestões:

  • Wine Bar HK, a poucos metros da praça São Marco, numa ruela escondida com uma vista privilegiada sobre um dos múltiplos canais de Veneza, este é local ideal para beber um copo ao fim da tarde. Propõem vários petiscos e sobremesas e o atendimento foi maravilhoso.
  • Rossopomodoromesmo ao lado do Wine Bar, esta pizzaria com produtos frescos serve deliciosas pizzas confeccionadas num forno a lenha. Pizza: 9-15€
  • Happy pizza: pizzas e massas deliciosas feitas na hora para take away. Recomendamos sem dúvida! Massas: 6-9€
  • Farini: uma pequena pastelaria deliciosa perto do mercado do Rialto. Focaccia e capuccinos divinais. Não provamos as pizzas com muita pena nossa, pois são feitas à frente dos clientes com produtos frescos. Excelente local para tomar o pequeno almoço ou para uma refeição rápida e saborosa a um preço muito acessível. Capuccino: 1,40€, pizza: 3,80€, focaccia recheada: 5€
  • Muro San Stae: fora da zona turística, mas relativamente perto do Rialto, este restaurante propõe vários pratos italianos muito saborosos feitos à base de carne, peixe, massa, risotto, pizzas… ~20-25€ por pessoa.
  • Pizzeria Vittoriapara uma boa pizza com vista para o grande canal a poucos metros da estação de comboios.

Também podem consultar o seguinte mapa (têm de seleccionar “Restaurantes” do lado esquerdo caso não estejam visíveis)

 

visitar veneza mapa


Apesar de pertencer à Europa, não se esqueçam de fazer um Seguro de Viagem quando visitarem a Itália. É geralmente nas pequenas viagens que “facilitamos” podendo acontecer coisas mais desagradáveis. Para nós aconteceu em Tenerife e ainda bem que tínhamos um bom seguro de viagem e não apenas o cartão europeu de saúde. Os seguros Iati são baratos, têm excelentes coberturas, têm um atendimento em português e não cobram franquias. Os nossos seguidores têm direito a 5% de desconto na compra de qualquer seguro. Mesmo que não estejam a pensar comprar um seguro, vale a pena ler este artigo: Seguro de Viagem

Espero que tenham gostado deste artigo sobre Veneza e que seja útil para organizar a vossa visita. Não se esqueçam de pedir gratuitamente o vosso Cartão Revolut para evitar taxas e comissões desnecessárias no estrangeiro!

-

AS FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZARES A TUA  VIAGEM:

   Podes encontrar aqui os melhores voos: Skyscanner ou Momondo

   Para encontrares as melhores promoções e reservares o teu alojamento recomendamos o Booking

   Não te esqueças de contratar um bom seguro de viagem, os Seguros Iati têm atendimento em português, são especializados em viagem e não cobram franquia! Se realizares a compra através do nosso link tens direito a 5% de desconto em qualquer seguro.

    Procura as melhores excursões e compra os teus bilhetes para as melhores atrações na GetYourGuide

    Poupa em taxas de levantamento usando o Cartão Revolut

-

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares ou reservares através desses links não pagarás nada a mais por isso e estarás a ajudar os Destinos Vividos. Obrigada 🙂

 

-

-

10 thoughts on “Visitar Veneza | Roteiro e dicas de viagem

    1. Obrigada Mariana 🙂 Iremos primeiro publicar o artigo sobre Burano e Murano, mas vem logo a seguir 😉
      Se entretanto tiveres alguma dúvida não hesites em perguntar!

  1. Bom dia Mariana,

    Foi sem dúvida o melhor site com informação que encontrei sobre Veneza. Parabéns.

    Sobre os locais que aconselha a visitar, são quase todos pagos? Provavelmente compensa comprar o tal cartão venezaunica.

    A minha dúvida é, estou a planear uma surpresa para a minha esposa para visitar Veneza e não sei quantos dias devo guardar para Veneza . 5 Dias?
    Obrigado

    1. Boa tarde Ricardo, muito obrigada pelo seu feedback 🙂
      Tudo depende daquilo que pretende visitar, é preciso fazer as contas e comparar. Para nós não compensava comprar o pass dos museus. O que compensou foi comprar o pass dos vaporettos.
      Veneza visita-se bem em 3-4 dias. Visitamos os principais locai de interesse de Veneza em 2 dias e guardamos 1 dia para Burano e Murano.
      Boa viagem 😉

  2. Destinos Vividos,

    Adorei o olhar fotográfico, as preciosas recomendações de locais para ficar/comer/visitar e, acima de tudo, as informações para chegar até Veneza.

    Muitos Parabéns pelo vosso projecto. Continuem a crescer!

    Atentamente,

    OLIRAF

  3. Olá Marina,

    Não sei se me vai conseguir ajudar a esclarecer uma dúvida. Irei a Veneza no próximo mês de Outubro durante 3 dias e conforme sua sugestão, comprei o bilhete ACTV 72h + WiFi 1 dia + Rolling Venice para jovens + ida e volta Aeroporto Marco Polo para duas pessoas. Dado os preços serem elevados San Marco, Santa Croce, San Marco, Castelo e restantes bairros próximos, estava a pensar alugar um apartamento pelo AIRBNB em Veneto (centro de Mestre). Sabe se o bilhete que comprei inclui a deslocação do aeroporto para Mestre?

    Parabéns pelo seu blog! É maravilhoso.
    Boas viagens!
    Joana Ângelo

    1. Olá Joana!
      Muito obrigada pelo seu feedback 🙂
      Espero responder a tempo!! Não recomendo ficar em Mestre, irá se arrepender sem dúvida nenhuma, fica demasiado longe do centro e quem opta por essa opção acaba por não aproveitar tão bem Veneza. Além disso não deve compensar assim tanto porque, se não estou em erro, o pass não inclui essa zona (mas será melhor confirmar no site que refiro no artigo onde estão as linhas todas). De qualquer forma o bilhete de ida e volta do aeroporto vai diretamente até a estação de Santa Lucia e não para Mestre…
      Mais vale pagar mais e ficar no centro, a experiência será bem diferente, o bairro mais barato é geralmente o de Cannaregio.
      Espero ter ajudado
      Boa viagem!

  4. Olá Marina, estive a ver o seu blog e gostei muito. Parabéns, dá dicas realmente úteis.

    Tenho uma dúvida, ficava muito feliz se me pudesse esclarecer, visto ter experiência no mundo das viagens.

    Eu o meu namorado vamos fazer a nossa primeira viagem a Itália na semana de 26 a 30 de Setembro.
    Planeei fazer Milão-Veneza-Florença-La Spezia – Regresso a Milão.
    Devemos comprar os bilhetes avulso para cada uma das viagens? por exemplo, vi que Milão-Veneza anda à volta dos 20€ por pessoa… não é possível ter algo mais acessível? do género um passe para 24/48h por exemplo…? ou isso só se aplica para dentro de uma mesma cidade e não entre cidades? Em suma, qual é a melhor forma de se economizar nas viagens? Isto porque iremos fazer bastantes viagens dentro de cada uma das cidades e entre as 4 cidades listadas acima…

    Bjs, Sara

    1. Olá Sara
      Antes de mais muito obrigada pela querida mensagem
      Relativamente às deslocações o mais económico entre grandes cidades é o comboio comprando com antecedência no site da Trenitalia. 20€ entre Milão e Veneza é um excelente preço! Que eu saiba não existe passe para esse tipo de trajecto. Depois dentro das cidades fazíamos tudo a pé excepto em Veneza onde compramos o passe ACTV para andar de barco e para isso existem várias formulas desde 24h, 48h… Tem de ver se compensa mesmo relativamente ao itinerário que pretendem fazer dentro de Veneza. Nas Cinque Terre compramos também o passe de comboio diretamente na estação de La Spezia, é um pass especial que permite circular de forma ilimitada entre as 5 aldeias e ainda dá acesso ao autocarro. Está tudo explicado no nosso artigo sobre as Cinque Terre. Também recomendo elr o nosso artigo onde detalhamos Os nossos Gastos em Itália.
      Espero ter ajudado. Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *