Visitar Salzburgo | O que ver, fazer e onde dormir

Índice do Artigo

O conteúdo do blogue é totalmente gratuito. A melhor forma de nos ajudar a continuar a produzir mais conteúdo gratuito é fazendo as vossas reservas através dos links que disponibilizamos ao longo do artigo. Ao comprarem ou reservarem através desses links não pagam nada a mais por isso, mas estarão a contribuir para o crescimento do blogue. Sem esse apoio seria impossível continuar a desenvolver os Destinos Vividos. Se gostam do nosso trabalho, esta é a melhor forma de nos apoiarem.

Obrigado !

Partilha >>>

Visitar Salzburgo não estava nos nossos planos. Foi na verdade uma paragem estratégica para visitar os arredores de Salzburgo, mais precisamente Hallstatt e o Lago Obersee. No entanto, a cidade do Mozart conseguiu conquistar-nos com as suas ruas animadas, as suas esplanadas agradáveis e o seu ambiente descontraído. O seu centro histórico está inscrito no património mundial da UNESCO e é uma das cidades mais atrativas da Áustria em termos culturais. Possui numerosos museus, um fabuloso castelo e vários monumentos imperdíveis.

Mas então, o que vale a pena visitar em Salzburgo?

Trago vos aqui os principais pontos de interesse da cidade que, a meu ver, devem tentar incluir no vosso itinerário. Também irão encontrar várias dicas e sugestões para preparar a vossa viagem a Salzburgo de forma mais econômica. Não percam no fim do artigo o nosso itinerário para visitar o melhor da cidade.

(Esta foi uma das etapas da nossa Roadtrip pelos Alpes em Junho 2019)

Como chegar a Salzburgo?

Não existem voos diretos de Portugal para Salzburgo. Para um voo com uma curta escala, o preço do bilhete sobe facilmente para os 200€ (para não dizer mais). Existem no entanto outras alternativas mais económicas. 

Aterrar em Viena

Encontram voos diretos de Portugal para Viena a partir dos 60€ ida e volta com a Ryanair ou a Wizz Air! Para isso convém pesquisar com alguma antecedência e ter flexibilidade nas datas. Saindo do Porto, os voos diretos são às segundas, quartas, sextas e domingos. Encontrei por exemplo um voo por apenas 45€ ida e volta para o mês de junho (com ida na quarta feira e volta no domingo. De Lisboa os voos são ainda mais baratos e existem voos diretos diariamente.

De Viena até Salzburgo podem optar por alugar um carro ou ir de comboio. O trajeto de comboio dura apenas 2h20 por menos de 20€. Não recomendo o autocarro porque fica geralmente mais caro e demora mais tempo.

Aterrar em Munique

Salzburgo fica a 1h30 de Munique, por isso acaba por ser uma excelente opção e podem aproveitar para conhecer o sul da Alemanha, uma região que vos irá surpreender de certeza. Se ainda não estão convencidos, vejam o nosso artigo: Lago Obersee na Baviera Alemã. Encontram voos baratos para Munique, mas mais uma vez têm de ter flexibilidade nas datas e comprar com antecedência. Encontrei voos diretos por 98€ ida e volta Porto-Munique pela TAP. Outra opção é o aeroporto de Memmingen que tem voos mais baratos pela Ryanair, mas fica mais longe (2h40). Memmingen é sem dúvida a melhor opção se quiserem visitar o famoso Castelo de Neuschwanstein, pois fica a 50 minutos do aeroporto. Depois podem passar uma ou duas noites em Garmish de onde parte o funicular para a maior montanha da Alemanha. Também existe um lago nas redondezas que merece ser visto, o lago Eibsee. Daí são 2h até Salzburgo.

Aterrar em Itália

Também podem incluir Salzburgo num roteiro pelos Alpes. Essa foi a nossa opção, mas para isso convém ter pelo menos 10 dias de férias. Optamos por aterrar em Itália, mais precisamente em Bergamo (existem voos muito económicos e diretos com a Ryanair). Deu-nos assim a possibilidade de conhecer as Dolomitas no norte de Itália antes de percorrermos a famosa estrada panorâmica da Áustria (Grossglockner) até Salzburgo.

Opções de roteiros pela Europa não faltam. Se estão a planear uma viagem de vários dias comecem por colocar num mapa os locais que gostariam de conhecer. Torna-se assim mais fácil averiguar distâncias e elaborar um itinerário ao vosso gosto.

visitar salzburgo
visitar salzburgo
visitar salzburgo
pôr do sol salzburgo

Onde dormir em Salzburgo ?

Pessoalmente, optamos por ficar hospedados num charmoso hotel mais afastado do centro (10 minutos de autocarro ou 30 minutos a pé do centro histórico). Para além de ficar mais económico permitiu-nos entrar e sair da cidade sem trânsito para visitar os arredores. Tivemos direito a uma enorme suite, um fabuloso pequeno-almoço com produtos caseiros e uma agradável piscina para relaxar ao fim do dia. Ficamos 3 noites e não foi de mais.

Para mais informações e reservas: Haus Am Moos

Se preferirem ficar no centro da cidade, este hotel pareceu-me ser uma excelente escolha.

 

Onde comer em Salzburgo ?

Experimentamos dois restaurantes em Salzburgo e foram as melhores refeições da nossa viagem pelos Alpes! O primeiro foi o Bistro do Marquez, a proprietária é uma senhora colombiana que cozinha pratos divinais. O segundo ficava perto do nosso hotel, fica afastado do centro, mas foi um dos melhores momentos da viagem. Daqueles restaurantes que não aparecem nos guias nem no google maps, um segredo bem guardado. Restaurante familiar com comida caseira deliciosa, Gasthaus schachlwirt. Estes são dois restaurantes a não perder em Salzburgo!

restaurante salzburgo

O que visitar em Salzburgo - 10 locais a não perder

Salzburgo fica perto da fronteira alemã e tem uma vista privilegiada sobre os Alpes Orientais. Antes de iniciar vossa visita devem saber que a cidade está dividida em dois pelo rio Salzach. A margem esquerda é pedestre, sendo proibida ao trânsito. Irão encontrar construções medievais e barrocas, esta é a “Cidade Antiga”. A margem direita é mais recente com prédios mais modernos, é a “Cidade Nova”.

Estes são a meu ver os 10 locais que devem visitar em Salzburgo:

1 - Visitar a Fortaleza de Hohensalzburg

Começamos este top 10 dos locais a visitar em Salzburgo com a sua emblemática fortaleza. É um dos castelos mais bem preservado da Europa. Construído com o intuito de proteger a cidade, cumpriu sem dúvida o seu dever pois resistiu a todos os ataques. Podem visitar o interior da fortaleza de Hohensalzburg e descobrir as duas salas mais bonitas: a sala dourada e o quarto dourado, ambas decoradas com fabulosas esculturas góticas. Se preferirem uma visita mais cultural, existem dois museus dentro da fortaleza: Festungmuseum e Rainermuseum. Nestes dois museus irão aprender mais sobre a vida da realeza e da tropa austríaca. Podem consultar aqui os preços oficiais e horários da Fortaleza.

Se quiserem passar uma noite memorável com uma das melhores vistas da cidade não percam um dos numerosos concertos com as peças mais populares de Mozart interpretadas por solistas de renome internacional. Podem optar por uma destas duas opções com cancelamento gratuito até 24h antes:

 

 
 
Mas o melhor da fortaleza é sem dúvida a vista que proporciona sobre a cidade de Salzburgo e o rio Salzach, por isso não percam esta visita.

visitar fortaleza de salzburgo
visitar-salzburgo
fortaleza Hohensalzburg
fortaleza Hohensalzburg salzburg
visitar salzburgo
visitar salzburgo

2 - Abadia de Nonnberg

A menos de 10 minutos a pé da fortaleza Hohensalzburg fica a Abadia de Nonnberg, outro local a visitar em Salzburgo. Esta abadia é lindíssima, e para além de guardar magníficos afrescos do século XII oferece uma vista deslumbrante sobre os Alpes.

Ficou famosa após o filme A Noviça Rebelde (The Sound of Music). Baseado numa história verdadeira conta-nos a história de amor entre a Maria (freira do convento Nonnberg) e o barão Von Trapp (um viúvo rico). Para quem tiver interesse, existem algumas excursões que passam pelos locais mais emblemáticos do filme. As paisagens só por si valem a pena.

 

3 - Mosteiro de São Pedro

Outra abadia a visitar em Salzburgo é a Abadia do mosteiro de São Pedro. Construído em 696 este mosteiro é um dos mais antigos da Áustria. Tanto a abadia como a igreja foram vítimas de incêndios, tendo sido reconstruídas várias vezes misturando assim estilos romano, barroco e renascentista. O conjunto é visualmente atrativo com um charme indescritível. Até o cemitério é lindo!

Encontram aí um restaurante intitulado Stiftskeller St.Peter onde podem saborear receitas tradicionais dos séculos XVII e XVIII num salão magnífico enquanto assistem a um concerto com a música de Mozart interpretada por artistas em trajes da época. Podem reservar o vosso lugar aqui.

visitar salzburgo

4 - Visitar o DomQuartier de Salzburgo

Demorei a perceber o que era o DomQuartier, só percebi quando lá cheguei. O DomQuartier não é nada mais, nada menos, que o Palácio Residencial de Salzburgo. Ou seja, a residência dos arcebispos. Consta com mais de 180 salas, divididas entre museus e salas ornamentadas onde os arcebispos recebiam os seus convidados. O meu sentimento relativamente a este monumento é misto. Não conhecendo a extensão do local acabamos por fazer a visita sob pressão e talvez não tenhamos absorvido toda a importância histórica do local. Por isso recomendo visitar este local com calma (no mínimo 2h). Podem consultar aqui os horários e preços.

visitar salzburgo

5 - Catedral de Salzburgo (St. Rupert)

Uma visita que recomendo a todos os amantes de monumentos históricos e religiosos. Este é o edifício religioso mais importante de toda a cidade. Teve de ser construída três vezes à custa de dois incêndios, o primeiro foi em 1167, o segundo em 1598. E foi em 1628 que o famoso arquiteto italiano, Santino Solari, decidiu criar um projeto para reconstruir a catedral. E assim nasceu a primeira igreja em estilo barroco da Áustria. Hoje em dia é apresentada em todos os guias de viagem como sendo a catedral onde o Mozart foi batizado. A entrada é gratuita.

catedral de salzburgo
visitar salzburgo
visitar salzburgo

6 - A rua mais famosa de Salzburgo (Getreidegasse)

É quase impossível visitar Salzburgo sem passar por esta rua colorida e animada no centro da “Cidade Antiga”. É aí que irão encontrar a casa que viu nascer o Mozart, mas não é esse, a meu ver, o interesse da rua. É simplesmente a rua mais bonita de Salzburgo, com casas antigas tradicionais, passagens estreitas com arcadas, lojas tradicionais com produtos locais e vários pequenos cafés e restaurantes.

7 - Visitar o Castelo Mirabell em Salzburgo

Visitar Salzburgo e não visitar o castelo Mirabell é como ir a Paris e não visitar o Castelo de Versailles. Exageros à parte, este castelo vale sem dúvida uma visita nem que seja pela vista que proporciona sobre a cidade. O Castelo de estilo barroco foi construído em 1606 pelo Príncipe Wolf em honra da sua amada. Hoje tornou-se no gabinete oficial da prefeitura de Salzburgo e serve de sede para vários eventos, incluindo casamentos. Também organizam lá jantares e concertos de Mozart a partir de 38€/pessoa.

Os jardins do castelo também são fabulosos e simbolizam os quatro elementos (água, fogo, terra e ar). É do jardim que terão a vista mais bonita sobre a Catedral de Salzburgo. Podem consultar aqui a informação atualizada sobre preços e horários.

castelo mirabell salzburgo

8 - Igreja franciscana de Salzburgo

Mais um monumento religioso a não perder. Não se sabe ao certo quando foi construída, mas pensa-se que terá sido construída antes da Catedral de Salzburgo. Provavelmente a igreja mais antiga de Salzburgo. Entre 1468 e 1498 foi adicionada uma magnífica torre gótica. Serviu como igreja paroquial até 1635, enquanto a catedral era frequentada pelas classes mais ricas, esta era a igreja “do povo”. Em 1642 foi cedida à Ordem Franciscana, mais tarde o seu interior foi redesenhado adotando um estilo barroco.

9 - Museu Panorama

Existem vários museus em Salzburgo, mas este destaca-se pela originalidade. É muito pequeno e reúne obras de arte antigas e raras. Uma delas é uma panorâmica de Salzburgo, com 27 metros de circunferência totalizando 130 metros de pintura! Uma obra de Hubert Sattler realizada há mais de 200 anos. Incluído na Salzburg Card.

10 - Untersberg

Se como nós preferirem grandes espaços, ar puro e natureza, então este é um local a não perder. Fica a 10 minutos de carro do centro de Salzburgo e tem parque de estacionamento gratuito. Mas afinal o que é este nome estranho? É o nome da montanha que se encontra na fronteira entre Berchtesgaden (na Alemanha) e Salzburgo. O seu pico culmina a 1973 metros! Um funicular que sai de Grodig permite aceder em pouco mais de 10 minutos à estação Geiereck que fica a 1776m. Lá em cima irão encontrar o sonho de qualquer amante de caminhadas. Uma paisagem grandiosa sobre todo o vale onde se encontra Salzburgo e sobre os Alpes Orientais. Uma paisagem soberba acompanhada de vários trilhos. Se soubéssemos teríamos consagrado mais do que uma manhã a este pequeno paraíso alpino.

Quando fomos o aceso custava 25€ ida e volta, mas não pagamos nada pois está incluído na Sazlburg Card! Sai um funicular a cada 30 mn. Podem consultar os preços e horários atualizados aqui

visitar salzburgo
visitar salzburgo unterberg

Esta lista  não é exaustiva, existem outros locais a visitar e atividades em Salzburgo. Penso que o tempo ideal para visitar tudo com calma e incluir algumas atividades nos arredores serão 3 dias. Podem consultar esta página com várias sugestões. Deixo também aqui 3 atividades que parecem valer a pena:

 

O que visitar nos arredores de Salzburgo ?

Ninho das águias

A apenas uma hora de carro de Salzburgo podem visitar um local histórico chamado Ninho das águias (Kehlsteinhaus), o chalé de Adolf Hitler no topo da montanha e a antiga sede do partido nazista no sul. Pelos vistos vale a pena visitar pela vista que oferece sobre os Alpes no sul da Alemanha. Se não tiverem carro próprio, existem várias excursões que organizam essa visita saindo de Salzburgo, como é o caso desta com excelentes avaliações e cancelamento gratuito até 24h antes.

Lago Obersee e Konigsee

Estes dois lagos estão localizados no sul da Alemanha, e são facilmente acessíveis desde Salzburgo. Demoramos cerca de 30 min desde Salzburgo de carro. Foi um dos locais que mais nos surpreendeu durante a nossa road trip, vale muito a pena. Explico tudo de forma detalhada neste artigo.

lagos obersee konigssee

Halstatt

De certeza que já ouviram falar desta linda cidade alpina. Fica a mais ou menos 1h20 de carro de Salzburgo. Mais uma vez, se não tiverem carro não se preocupem, existem várias excursões diárias que permitem visitar Hallstatt e os seus arredores. Recomendo esta com cancelamento gratuito até 24h antes.

Artigos relacionados

Salzburg Card | Vale a pena comprar ?

Tudo irá depender do uso que irão dar, como é óbvio. Basta fazer uma lista dos locais que tencionam visitar e fazer contas. Para nós foi simples, queríamos visitar a fortaleza (13,00€) e subir à Untersberg (25,00€). O acesso à Untersberg custava tanto como a Salzburg Card, portanto não havia grandes dúvidas para nós. Além disso tencionávamos usar os transportes públicos para visitar o centro e todos os transportes públicos estão incluídos na Salzburg Card.

O que está incluído na Salzburg Card

Estes são alguns dos monumentos e atividades incluídos na Salzburg Card. 

Podem ver aqui todos os locais incluídos na Salzburg Card, bem como o preço de cada sítio separadamente.

Onde comprar a Salzburg Card

Podem comprar aqui a Salzburg Card previamente online com cancelamento gratuito até 24h antes. Se preferirem podem também comprar no aeroporto, no vosso hotel, na estação de comboio ou nos postos de turismo da cidade.

Quando custa a Salzburg Card

O preço varia segundo o número de dias em que o passe é válido, e também segundo a época do ano. por isso o mais fácil é mesmo consultar o site que mencionei anteriormente. Não se esqueçam que o passe também dá acesso aos transportes públicos. O pass para 

Espero que este artigo seja útil para organizarem a vossa visita a Salzburgo. Se tiverem sugestões ou dúvidas partilhem nos comentários!

destinos vividos

Olá !

Somos a Marina e o Axel, um casal ¾ português e ¼ francês, que viaja sempre que pode. Com este blogue queremos mostrar-vos a nossa maneira de viajar, totalmente personalizada e totalmente livre, longe dos aborrecidos roteiros pré-feitos que abarrotam de turistas.

Queremos ajudar-vos a viajar mais e melhor e, como nós, a Viver cada Destino.

O Ponto Médico

Sendo médica de família também tenho outro blogue dedicado à Saúde Materna e Infantil. Se tiverem interesse podem consultar a página aqui.

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter e receba gratuitamente este EBook com uma lista de países a visitar em cada mês e sugestões ao longo do ano.

Receba mensalmente inspirações e dicas para as suas próximas viagens

EBOOK GRATUITO

Últimos Artigos
Seguro de Viagem

Os Seguros Iati são seguros de viagem com excelentes coberturas, com atendimento em português e sem franquias!  Falamos por experiência própria. Já tivemos de accionar o nosso seguro e foram mesmo impecáveis. 

Por confiarmos neles, decidimos criar uma parceria. Os nossos leitores têm assim direito a 5% de desconto na compra de qualquer seguro IATI.

Reservar Hotel

Reserve o seu alojamento com antecedência para usufruir das melhores ofertas. Muitos hotéis têm cancelamento gratuito no Booking, a plataforma que usamos sempre nas nossas viagens.



Booking.com

Alugar carro

Durante as nossas viagens adoramos alugar carro para ter liberdade total. A Discover Cars é para nós o melhor comparador de alugueres de carro com a possibilidade de obter Cobertura Total.

Reservar atividades

Durante as nossas viagens usamos frequentemente a Viator para encontrar as melhores atividades ao melhor preço.

Instagram

Partilhamos as nossas viagens em direto no Instagram. Acompanhe as nossas aventuras por lá.

Roteiros Personalizados

Podemos ajudá-lo a planear a sua próxima viagem de forma económica com os nossos Roteiros Personalizados.

Melhor Mochila

Veja aqui como escolher a melhor mochila para viajar e poupar dinheiro com a bagagem!

This Post Has 2 Comments

  1. Rui Quinta

    Visitei Salzburgo no meio de uma viagem a Munique (ida e volta no mesmo dia) e tornou-se uma das minhas cidades favoritas na Europa, ainda que tenha consciência de que muito ficou para ver no futuro. A vista da Fortaleza e todo o Centro Histórico são deslumbrantes.

    Boas viagens,

    1. Marina Ponto Santos

      Olá Rui!
      Salzburgo foi uma agradável surpresa, ainda bem que decidimos “perder um dia” para visitar a cidade 🙂

Deixe um comentário