BalcãsMontenegroRoteiro

Visitar o Montenegro | Roteiro e dicas de viagem

Visitar o Montenegro foi a nossa melhor decisão de 2018! Uma viagem que nos deixou completamente deslumbrados. Um país tão pequeno com uma diversidade tão grande de paisagens que deixa qualquer um de boca aberta. Neste roteiro no Montenegro irão viajar pela magnifica baía de Kotor até as montanhas vertiginosas do Parque Durmitor passando pelo verde intenso da natureza do lago Skadar e o azul turquesa das praias paradisíacas de Budva. Ainda têm dúvidas se vale a pena visitar o Montenegro? Se ainda não leram recomendo dar uma vista de olhos ao nosso Roteiro pelos Balcãs.

O NOSSO ROTEIRO NO MONTENEGRO

roteiro montenegro

PREPARAR UMA VIAGEM AO MONTENEGRO

Que documentos para visitar o Montenegro?

Para visitar o Montenegro apenas necessitam do vosso bilhete de identidade ou cartão de cidadão. Os cidadãos portugueses não precisam de visto nem de passaporte. Na fronteira eles têm por hábito de pedir o passaporte, mas se derem o cartão de cidadão será aceite sem problema. Podem ver a informação atualizada no Portal das Comunidades.

Como chegar ao Montenegro?

O maior e melhor aeroporto do Montenegro fica na capital, Podgorica. Ainda não existem voos directos para lá sendo necessário fazer pelo menos uma escala. Existem voos directos para Podgorica a preços muito interessantes (por menos de 50€) a partir de Berlim, Memmingen, Milão, Bolonha, Londres, Estocolmo, Bruxelas, Budapeste e Barcelona. A partir daí basta procurar voos do Porto ou Lisboa para uma dessas possibilidades, tentar várias combinações de horários até encontrar o voo certo.

Encontrei por exemplo este voo por apenas 40€ ida e volta Barcelona-Podgorica para uma semana em Dezembro.

voos para montenegro

Bastou depois fazer uma breve pesquisa para encontrar um voo Porto-Barcelona com horários compatíveis por apenas 54€ ida e volta. Portanto um voo de ida e volta Porto-Podgorica ficava assim por 94€ ida e volta! Claro que estamos a falar de voos na época baixa, mas procurando com antecedência e tendo flexibilidade conseguem os mesmos preços nos meses de Junho e Setembro.

Outra opção passa por aterrar em Dubrovnik e alugar um carro na Croácia, mas os preços costumam ser ligeiramente superiores, tanto para os voos como para o aluguer do carro.

Alugar um carro para visitar o Montenegro

Se é imprescindível? Não é, existem autocarros e também podem andar à boleia ou de táxi. Mas alugar um carro irá sem dúvida proporcionar uma viagem muito mais interessante e “Vivida”. Para além de proporcionar uma maior liberdade em termos de horários também permite ir a locais que se tornariam praticamente inacessíveis de transportes públicos obrigando a contratar uma agência. É o caso do Parque Lovcen e das diversas caminhadas do Parque de Durmitor.

Alugar um carro no Montenegro é barato, as estradas são boas, as distâncias a percorrer nunca chegam a ser muito grandes e o combustível não é caro. Por isso compensa mesmo alugar um carro. Podem encontrar aqui alugueres a partir de 45€/semana! Recomendo sempre escolher a opção Super Cover que permite obter o reembolso da franquia em caso de problema.

Onde dormir para visitar o Montenegro

O ideal para visitar o Montenegro é passar 1 a 2 noites nos diferentes pontos turísticos do país. Ficar apenas num local irá limitar muito a viagem. Se for uma prioridade ficar sempre no mesmo hotel, então o melhor será ficar entre Kotor e Budva eliminando Ostrog e o Parque Durmitor.

Seguro de viagem ou cartão europeu de saúde?

O cartão europeu de saúde não é válido no Montenegro. Um seguro de viagem Standard para 1 semana no Montenegro custa apenas 16€, não vale a pena arriscar. Além disso, um seguro de viagem cobre muito mais que um seguro de saúde. Já tivemos de accionar o nosso seguro IATI numa viagem a Tenerife por um problema que não tinha nada a ver com a saúde. Fomos roubados e o nosso seguro de viagem permitiu-nos obter o reembolso da nossa máquina fotográfica (entre outros bens). Portanto não arrisquem, principalmente sabendo que os seguros IATI têm excelentes coberturas a preços muitos acessíveis. Têm atendimento em português, não cobram franquia e os nossos seguidores ainda têm direito a 5% de desconto na compra de qualquer seguro de viagem.

seguro viagem itália

Que dinheiro levar para o Montenegro?

Apesar de não fazer para da UE (pelo menos não oficialmente) os montenegrinos decidiram adotar o euro em 2002, o que torna os pagamentos muito mais fáceis. Mas tenham cuidado! Não sendo um país da UE não se esqueçam que os cartões bancários portugueses poderão estar sujeitos a taxas e comissões por cada levantamento e pagamento. Para evitar isso usamos sempre o nosso Cartão Revolut que já nos fez poupar dezenas (para não dizer centenas) de euros em taxas e comissões. Trata-se de um cartão totalmente gratuito, sem custos de manutenção, que permite fazer pagamentos e levantamentos no estrangeiro sem surpresas.  Para saber mais sobre o assunto recomendo ler o nosso artigo sobre o Cartão Revolut. Apesar do cartão em si ser gratuito, os custos de envio não o são, excepto para os nossos leitores! Passando por este link não irão pagar absolutamente nada pelo cartão.

Quanto custa uma viagem ao Montenegro?

O Montenegro não é um destino caro (por enquanto!). Para terem uma ideia a nossa viagem de uma semana pelos Balcãs (incluindo 4 dias no Montenegro) ficou por 667€/pessoa com tudo incluído. A parte mais cara da nossa viagem foi a Croácia onde os hotéis e restaurantes eram tanto ou mais caros que em Portugal.

No Montenegro conseguem encontrar bons alojamentos a partir de 20€/noite em quarto duplo ou apartamento. Em termos de restaurantes pagamos em média entre 15-20€ para os dois, excepto em Perast onde optamos por um restaurante mais caro (40€ para os dois). Os supermercados apresentam preços muito semelhantes a Portugal, em alguns sítios ligeiramente inferiores.

Relativamente a visitas, um passeio de barco pelo lago Skadar fica por apenas 25€/barco. As restantes atividades que fizemos no Montenegro incluíram taxas simbólicas para poder aceder aos Parques Nacionais (Durmitor e Skadar).

visitar montenegro lago skadar

ITINERÁRIOS PARA VISITAR O MONTENEGRO

Itinerário de 5 dias para visitar o essencial do Montenegro (saindo de Podgorica)

  • Dia 1: Lago Skadar e Budva (noite em Budva)
  • Dia 2: Parque Lovcen e Kotor (noite em Kotor)
  • Dia 3: Kotor, Perast e Ostrog (noite no Parque Durmitor)
  • Dia 4: Parque Durmitor (noite no Parque Durmitor)
  • Dia 5: Rafting ou Zipline no rio Tara de manhã e Podgorica de tarde (noite em Podgorica)

Itinerário de 5 dias para visitar o essencial do Montenegro (saindo de Dubrovnik)

  • Dia 1: Perast e Kotor (noite em Kotor)
  • Dia 2: Parque Lovcen e Budva (noite em Budva ou perto do lago Skadar)
  • Dia 3: Lago Skadar e Ostrog (noite no Parque Durmitor)
  • Dia 4: Parque Durmitor (noite no Parque Durmitor)
  • Dia 5: Rafting ou Zipline no rio Tara de manhã e Dubrovnik de tarde (noite em Dubrovnik)

Se tiverem mais do que 5 dias podem aproveitar com mais calma certos lugares. Se gostarem de praia podem optar por ficar mais tempo em Budva e explorar melhor o litoral. Se gostam de natureza, montanhas e lagos recomendo passar mais tempo no Parque Durmitor para explorar melhor essa belíssima região.

O nosso itinerário no Montenegro

O Montenegro fez parte de uma viagem de 8 dias pelos Balcãs. Tínhamos os dias contados e acabamos por conseguir condensar tudo em apenas 3 dias:

  • Dia 1: Perast + Kotor (noite em Kotor)
  • Dia 2: Parque Lovcen + Lago Skadar (noite no Parque Durmitor)
  • Dia 3: Parque Nacional do Durmitor (noite no Parque Durmitor)

Podem ver o roteiro detalhado no nosso artigo: Road trip pelos Balcãs.

O QUE VISITAR NO MONTENEGRO

Perast

Foi o primeiro local que visitamos no Montenegro e foi uma excelente introdução às paisagens que viriam depois. Perast é uma vila muito pitoresca no sul do Montenegro, mais precisamente na baía de Kotor. Esta baía é um dos locais mais bonitos do Montenegro e pela sua proximidade com Dubrovnik, acaba por ser o local mais visitado do país. Muitos turistas optam por visitar a baía através de excursões que saem de Dubronik regressando no próprio dia, ficando apenas a conhecer a baía. Mas o Montenegro reserva surpresa bem agradáveis para além da baía de Kotor.

Voltando a Perast, esta vila relembra um pouco a cidade de Hallstatt na Áustria. Apesar de ser uma vila muito pequena, com apenas 400 habitantes, ocupou um importante papel na história do Montenegro. Todos queriam ficar com Perast pela sua localização privilegiada. Hoje em dia ficou esquecida, mas vale a pena parar lá nem que seja para almoçar. Optamos por almoçar no Conte Hotel, apesar de ser caro (20-25€/pessoa) foi um dos melhores almoços da viagem com uma vista privilegiada sobre a baía.

O que fazer/visitar em Perast

    • visitar as ilhas de São Jorge e Nossa senhora das rochas de barquinho
    • subir à torre da igreja matriz de São Nicolau,
    • relaxar numa das inúmeras esplanadas junto à baía
    • percorrer as ruelas da vila para admirar os palácios Bujovic e Smekja.

Onde dormir em Perast

    • O restaurante que recomendamos mais acima é o restaurante de um hotel com quartos fabulosos. Parece ser uma excelente escolha: Conte Hotel (a partir de 50€/noite com pequeno almoço incluído).
    • Pessoalmente teria optado por este hotel: Villa & Apartments Perasto (a partir de 30€/noite). Para além de ser mais barato tem um terraço muito agradável e apartamentos bem equipados.

visitar montenegro perast

Kotor

Kotor é sem dúvida um “must see” no Montenegro, uma pérola da costa do Adriático. A vista das muralhas é fabulosa e a vila em si é muito agradável. Acabamos por ficar lá uma tarde e uma noite, foi o suficiente. Mas um dia inteiro também não teria sido de mais. Como já disse, esta baía é o local mais visitado do Montenegro. Muitos turistas passam por cá pelo intermédio de excursões vindas da Croácia ou de passagem num cruzeiro. Portanto não é de admirar, durante o dia as ruelas da cidade e as muralhas de Kotor ficam invadidas. Por isso é que vale a pena passar pelo menos uma noite em Kotor, para aproveitar a serenidade do local ao fim do dia.

O que visitar/fazer em Kotor

    • A marginal de Kotor. Uma agradável caminhada que vos leva desde o mosteiro de São Francisco até o “portão norte” da cidade, passando pelo mercado dos lavradores e o portão do mar.
    • Passear a pé pelo centro histórico. Podem optar por fazer uma visita guiada a pé pela cidade por apenas 10€, ficarão a saber muito mais sobre Kotor. Estes são alguns dos locais a não perder no centro histórico:
      • Praça Trg od Brasna. Esta praça está rodeada por palácios que representam bem a influência veneziana: Palácio Buća, o Palácio Bizanti e o Palácio Pima.
      • Catedral de São Trifão. Será praticamente impossível não passarem por esta catedral, o maior monumento da cidade.
      • Igreja de São Lucas
      • Igreja colegiada de Santa Maria
      • Palácio Grgurina
      • Museu marítimo de Kotor.
    • Passeio de barco até ao ilhéu da Nossa Senhora das Rochas e mergulho na gruta azul.
    • Muralhas ou Stari Grad. Um imperdível de Kotor.
      • São 1355 escadas que vos levam até à Fortaleza de Kotor (Castelo de São João) passando pela igreja da Nossa Senhora dos Remédios. Para chegar ao topo contem com 2 a 3h segundo a vossa condição física. A igreja é acessível por todos, sendo necessário subir durante cerca de 30 minutos. A vista de lá é deslumbrante, então imaginem só a vista desde o Castelo São João. No entanto não recomendo a subida até o castelo a toda a gente, a subida é íngreme e com pouca sombra. Não se esqueçam de levar muita água, protector solar, um lanche e um chapéu.
      • O acesso é geralmente gratuito ao fim do dia e no inverno, quando lá passamos não havia ninguém na “bilheteira” (representada por uma mesa e uma cadeira). Se durante a vossa passagem por lá estiver um guarda, terão de pagar 8 euros para aceder às muralhas.

Onde dormir em Kotor

    • Optamos por ficar mais afastados do centro ficando no Apartments Simun (a partir de 20€/noite). Adoramos este hotel pela sua varanda com vista para a baía. Os donos são super simpáticos e o ambiente muito descontraído.
    • Para quem quiser ter uma vista ainda mais incrível e ficar pertinho do centro de Kotor, os Apartments Castello parecem ser a escolha acertada, com varandas muito agradáveis. (a partir de 70€/noite).
    • Se ter vista para a baía não for uma prioridade, o hotel Apartments Parteli fica no centro histórico de Kotor e os quartos são super charmosos (a partir de 30€/noite).

kotor montenegro

Estrada serpentina entre Kotor e o Parque Nacional Lovcen

Se forem até Kotor (e mesmo que não tenham tempo para visitar o Parque Nacional Lovcen) têm de subir esta estrada! Foi a estrada mais bonita que já percorremos. Tem imensos miradouros e a vista vai ficando cada vez melhor até chegar ao topo onde terão uma vista infinita sobre a baía até o mar Adriático! É qualquer coisa de incrível, por isso não percam isto quando visitarem o Montenegro. A estrada é boa e larga, mas recomendo ir cedo (antes das 9h30) para evitar os autocarros turísticos.

baía de kotor montenegro

Parque Nacional Lovcen

O grande atractivo desse Parque é o Mausoléu Petrovic-Njegos e o seu impressionante miradouro. Por distracção colocamos Lovcen no GPS em vez de colocar o mausoléu e fomos parar a um beco sem saída no meio do nada, numa estrada que já nem era bem estrada. Quando nos apercebemos do erro já era bem tarde. Acabamos por ficar sem tempo e tivemos de seguir viagem para o lago Skadar onde já nos esperavam para um passeio de barco. Ficamos obviamente muito tristes por ter falhado este local pois as imagens não enganam, é lindo! Portanto não cometam o mesmo erro e coloquem o mausoléu no vosso itinerário!

Lago Skadar

Provavelmente uma das melhores experiências da viagem! Quem nos conhece sabe que adoramos actividades relacionadas com água e que somos apaixonados pelo verde da natureza. Portanto não é de admirar, ficamos completamente rendidos a este lugar. A melhor (e provavelmente a única) forma de visitar este parque é de barco admirando a incrível fauna e flora do lago Skadar. E para isso só podemos recomendar a empresa Golden Frog.

Se quiserem saber mais sobre esta experiência, dedicamos um artigo inteiro sobre o assunto: Visitar o lago Skadar no Montenegro. Se voltasse a repetir a viagem passaria aqui uma tarde e uma manhã para aproveitar as melhores horas do dia.

Onde dormir no Lago Skadar

Tínhamos ouvido falar do Karuc Apartments pelos nossos amigos dos Viagens à Solta, parece incrível mas estava esgotado quando lá fomos. Outra boa opção parece ser o Apartman Vesna, tem quartos a um preço muito acessível (20€/noite com opção de pequeno almoço). Outro hotel que nos agradou bastante foi o hotel Vržina Farm house (30€/noite com pequeno almoço incluído).

roadtrip viagem montenegro

lago skadar

lago skadar

Ostrog

Este lindo mosteiro embutido na rocha fica a 40 km a norte de Podgorica, a capital do Montenegro. Tínhamos previsto passar por lá a caminho do Parque Durmitor, mas saímos demasiado tarde do lago Skadar. Vale a pena incluir este local se, como nós, tencionam visitar o sul e o norte do país. Caso contrário acho que não vale a pena fazer um desvio propositadamente.

Parque Nacional Durmitor

Como descrever o Parque Nacional Durmitor? Só vos posso dizer uma coisa, façam tudo o que for preciso para incluir este local no vosso roteiro pelo Montenegro! Não se irão arrepender (excepto se não gostarem de natureza, montanhas e lagos). Acabamos por passar duas noites aqui, mas a nossa vontade era ficar uma semana inteira a caminhar nestas montanhas, a conversar com os locais e a absorver a beleza destas paisagens.

Podem ver todas as nossas dicas e sugestões de caminhadas no nosso artigo sobre o Parque Nacional Durmitor.

O que ver e fazer no Parque Nacional Durmitor

  • Black Lake
  • Miradouro de Curevac
  • Caminhada até o ponto mais alto do Montenegro, Bobotov tuk
  • Rafting no rio Tara
  • Zipline por cima do rio Tara

Onde dormir no Parque Nacional Durmitor

  • Pessoalmente optamos por ficar num apartamento, Apartments Grbović, no centro de Zabljak. A proprietária foi de uma simpatia extrema e o apartamento era muito confortável. Adoramos a nossa estadia!
  • Outra boa opção é o Apartments Peaks, também fica no centro de Zabljak e tem óptimos apartamentos bem equipados.

parque nacional durmitor

parque nacional durmitor

Budva e Sveti Stefan

Por fim, não podíamos falar do Montenegro sem falar das suas praias paradisíacas. É verdade, o Montenegro tem praias paradisíacas, e não ficam atrás das praias croatas. Optamos por saltar esta etapa pois não pretendíamos fazer praia. Esse cantinho do Montenegro é mais caro que o resto do país. Os resorts crescem lentamente e as praias ficam cada vez mais cheias. Ainda assim, se tiverem mais tempo que nós, vale a pena passar por Budva e fazer um desvio para conhecer a península de Sveti Stefan. A ilha de Sveti Stefan não é acessível, mas a paisagem é digna de um postal.

Acrescentariam mais algum sítio a esta lista de lugares a visitar no Montenegro?

-

AS FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZARES A TUA  VIAGEM:

   Podes encontrar aqui os melhores voos: Skyscanner ou Momondo

   Para encontrares as melhores promoções e reservares o teu alojamento recomendamos o Booking

   Não te esqueças de contratar um bom seguro de viagem, os Seguros Iati têm atendimento em português, são especializados em viagem e não cobram franquia! Se realizares a compra através do nosso link tens direito a 5% de desconto em qualquer seguro.

    Procura as melhores excursões e compra os teus bilhetes para as melhores atrações na GetYourGuide

    Poupa em taxas de levantamento usando o Cartão Revolut

-

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares ou reservares através desses links não pagarás nada a mais por isso e estarás a ajudar os Destinos Vividos. Obrigada 🙂

 

-

-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *