Roteiro pelas Ilhas Gregas

Planear este roteiro pelas ilhas gregas não foi tarefa fácil! Com mais de 1000 ilhas, todas mais bonitas que as outras, perdi a conta à quantidade de roteiros que elaborei mentalmente antes de escolher finalmente as 3 ilhas gregas que iríamos visitar durante as nossas duas semanas de férias. Optamos por viajar com tempo, em duas semanas podíamos ter visitado mais ilhas, mas queríamos ter tempo para explorar bem cada uma delas. Optamos por passar 4 noites em Zakynthos, 4 noites em Kefalonia, 1 noite em Atenas e 5 noites em Santorini

roteiro ilhas gregas

 A ordem das ilhas foi escolhida com base no preço dos voos, ficava mais barato nesse sentido. Se mudava algo a este roteiro? Nadinha. Não sei se foi por ter sido a nossa primeira verdadeira viagem após o início da pandemia, mas foi um destino que nos surpreendeu imenso. As viagens não são apenas lugares, são a junção de várias experiências que fazem com que um destino possa ser espectacular para uns e banais para outros. Duvido muito que a Grécia seja banal para alguém, mas o que vivemos lá foi mesmo muito especial. Só espero que tenham uma experiência tão boa quanto a nossa e o intuito deste artigo é esse mesmo, ajudar-vos a terem a melhor experiência possível nas ilhas gregas!

Resumo da viagem

Duração da viagem: 15 dias

Quando: Julho 2021

Voo à ida: Porto –> Bérgamo (Ryanair) –> Zakynthos (Ryanair)

Voo no regresso: Santorini –> Milão (Wizz Air) –> Porto (Ryanair)

Gastos em alojamento: em média 72€/noite (quarto duplo)

Gastos em comida: 40€/ dia por pessoa

Os arquipélagos das ilhas gregas

A Grécia possui mais de 1000 ilhas sendo que dessas cerca de 200 são habitadas. Existem vários arquipélagos dos quais destacam-se as:

◊ Ilhas Jónicas: Corfu, Paxos, Antipaxos, Lefkada (ou Lêucade), Ítaca, Kefalonia (ou Cefalónia) e Zankynthos (ou Zante). 

◊ Cíclades: Amorgos, Anafi, Andros, Antiparos, Ceos, Delos, Folegandros, Ios, Milos, Míconos, Naxos, Paros, Santorini, Sérifos, Sifnos, Sicinos, Siro, Tinos.

◊ Dodecaneso: Agathhonisi, Arkoi, Cárpatos, Calímnos, Kasos, Lebinto, Leros, Rodes, Samos, entre outras.

◊ Ilhas Sarónicas: Agistri, Dokos, Egina, Hidra, Poros, Salamina, Spetses

◊ Ilhas da porção meridional do Egeu: Creta, Gavdos, Espinalonga

Existem muitas outras ilhas, mas estas são as principais e mais conhecidas. As Cíclades são sem dúvidas as mais turísticas sendo que a maioria dos cruzeiros incluem nos seus roteiros pelas ilhas gregas Santorini e Míconos. Mesmo assim conseguem encontrar ilhas muito sossegadas nas Cíclades, basta fugir dos roteiros tradicionais. Numa viagem de 1 semana recomendo focarem-se apenas num arquipélago, se tiverem duas semanas podem visitar um ou dois arquipélagos no máximo.

roteiro ilhas gregas

Qual a melhor altura para visitar as ilhas gregas?

De uma forma geral, se quiserem sossego recomendo evitar a época alta (julho/agosto). Fomos na primeira quinzena de julho e a pandemia permitiu-nos visitar as ilhas gregas sem grandes multidões. Nas ilhas jónicas estávamos muitas vezes sozinhos em praias paradisíacas. Disseram-nos que esse fluxo de turistas era correspondente a um mês de Maio “normal” pré-pandemia. Os meses de Maio/Junho e Setembro/Outubro são por isso boas opções para aliar preços mais baixos, bom tempo e sossego. 

Se estiverem limitados à época alta conseguem no entanto encontrar locais sossegados. Podem optar por evitar ilhas mais famosas como Santorini e Míconos e apostar em ilhas menos visitadas como Antipaxos, Anafi, Sifnos, Skyros, Itaca… (a lista de ilhas pouco turísticas é grande, os turistas costumam concentrar-se sempre nas mesmas e como já disse existem mais de 1000 ilhas gregas). Ilhas como Kefalonia e Creta, por serem ilhas relativamente grandes, também proporcionam boas experiências na época alta, sendo fácil encontrar praias mais sossegadas. Em Zakynthos basta fugir para norte e evitar a praia Navagio, a grande maioria dos turistas fica na costa sul nos grandes hotéis em fórmulas tudo incluído. Mesmo em Santorini conseguimos encontrar praias quase desertas!

Como chegar às ilhas gregas?

De Portugal encontram apenas voos directos para a Grécia saindo de Lisboa (pelo menos para já). O voo directo Lisboa-Atenas (com a TAP) ocorre às segundas, terças, quintas e sábados. Esse voo sai por volta da meia noite e chega às 6h00 a Atenas o que pode ser uma boa opção para poupar uma noite. Com antecedência, conseguem encontrar esse voo por 100€ a ida por pessoa. A esse valor devem acrescentar o voo para a ilha pretendida que ronda geralmente os 30 a 50 euros por pessoa. 

Se quiserem chegar diretamente a uma das ilhas gregas podem fazer como nós e optar por fazer escala noutra cidade europeia. Fica geralmente mais barato do que passar por Atenas. A minha técnica quando pesquiso esse tipo de voos com escala consiste em encontrar primeiro as cidades que oferecem voos directos para o local pretendido. Por exemplo para Zakynthos fiz uma primeira pesquisa no skyscanner colocando Zakynthos como ponto de partida e “Qualquer parte do mundo” como destino e selecionei o filtro “apenas voos directos”. Um dos voos mais baratos que me apareceu foi para Bérgamo e já sabia de antemão que existiam voos baratos do Porto para Bérgamo pela Ryanair. Foi assim que encontramos um voo Porto-Zakynthos por apenas 100 euros por pessoa incluindo a opção prioritária da Ryanair com 2 malas de cabine por pessoa. Fiz o mesmo com as outras ilhas que pretendíamos visitar para ver qual era a opção mais barata para montar o nosso roteiro pelas ilhas gregas.

roteiro ilhas gregas

Como se deslocar entre as ilhas gregas?

Se tencionam visitar várias ilhas gregas poderão deslocar-se entre elas de avião ou ferry, tudo irá depender da distância e dos preços! Entre ilhas do mesmo arquipélago geralmente compensa viajar de ferry. Entre Zakynthos e Kefalonia pagamos apenas 9 euros por pessoa. Também podem viajar de Atenas para algumas ilhas de ferry, mas têm de ter em conta que o ferry é muito mais lento e que ainda têm de se deslocar até o porto Piraeus de Atenas que fica a 10 kms do centro da cidade. Como pretendíamos visitar ilhas de dois arquipélagos diferentes optamos por voar de Kefalonia (nas ilhas Jónicas) para Atenas fazendo uma breve escala na capital antes de seguir viagem novamente de avião até Santorini (nas Cíclades). Costumo pesquisar as diferentes opções e duração de viagens no site Rome2rio.

ferry ilhas gregas

Como organizar um Roteiro pelas ilhas Gregas

Escolher as melhores ilhas gregas

As escolha das ilhas é a parte mais difícil no planeamento de um roteiro pelas ilhas gregas. A escolha irá depender muito daquilo que procuram. Vou compilar aqui todas as informações que fui recolhendo sobre algumas ilhas e que me ajudaram a escolher. Para uma primeira viagem nas ilhas gregas foquei-me nos dois arquipélagos mais conhecidos e para onde era mais fácil organizar uma viagem em cima da hora: as Cíclades e as ilhas Jónicas.

Cíclades

Milos é uma ilha vulcânica sossegada com pequenas aldeias charmosas e vários locais incríveis para mergulhar. Os preços são ligeiramente mais baixos comparado com as outras ilhas das Cíclades. 

Santorini é aquele incontornável das Cíclades, não tanto pelas suas praias, mas sim pelo ambiente e paisagens únicas. Apesar de ser a ilha mais turística, recomendo incluir Santorini no vosso roteiro pelas ilhas gregas. No entanto, não seria a minha primeira escolha com crianças.

Paros e Antiparos são ilhas muito sossegadas, as praias não são as mais bonitas da Grécia, mas o ambiente é muito intimista.

Míconos é conhecida por ser a ilha mais festiva, com imensos bares e discotecas, mas para além disso também tem praias lindíssimas e aldeias típicas. É talvez a ilha mais cara em termos de infra-estruturas (contar entre 20 a 35 euros para alugar cadeiras e guarda-sol na praia).

Ilhas Jónicas

Zakynthos é uma ilha que oferece paisagens únicas e as melhores piscinas naturais que já vimos. Em termos de praias está mais limitada, as maiores e mais concorridas ficam no sul com extensos areais, as praias mais sossegada ficam no norte, mas são pequenas.

Kefalonia é a talvez a ilha onde encontram as praias mais bonitas da Grécia. É uma excelente opção para viajar em família pois as praias têm boas infra-estruturas, existem imensas praias para todos os gostos e os preços são muito acessíveis. 

Lefkada é outra ilha muito completa com boas praias, mas também cascatas, talvez seja a melhor para quem gosta de combinar caminhadas na natureza e boas praias.

Paxos e Antipaxos são conhecidas por serem as ilhas mais sossegadas e paradisíacas deste arquipélago. Isto porque o acesso a estas ilhas não é tão fácil só sendo acessível de ferry a partir de Corfu ou Lefkada.

Corfu é de muito fácil acesso, tem uma grande variedade de praias e muita oferta em termos de hotéis e restaurantes. Pelo que pesquisei pareceu-me ser muito kid friendly

roteiro ilhas gregas santorini

Reservar com antecedência com Seguro Cancelamento

Em tempos de pandemia pode ser difícil marcar férias com antecedência, mas se quiserem poupar dinheiro e ter acesso às melhores ofertas convém comprar os voos com pelo menos 2 meses de antecedência. Recomendo contratar no próprio dia ou até 7 dias após a compra dos voos um bom seguro de viagem que inclui cancelamento em caso de problema relacionado com a pandemia. Com os Seguros Iati ficam por exemplo cobertos em caso de teste positivo e não têm de pagar qualquer franquia. Recomendo vivamente realizar o seguro com eles, não apenas por serem os nossos parceiros, mas sim porque oferecem os seguros mais completos e com a melhor relação qualidade preço do mercado. Para uma semana na Grécia o Seguro Escapadinhas fica apenas por 17,45€/pessoa! Para acrescentar o Seguro Cancelamento são 5€ a mais. Como viajamos com o nosso material fotográfico e computador fizemos o Seguro Estrela que tem uma maior cobertura em caso de roubo. Desde que fomos roubados em Tenerife que temos esse cuidado. Nessa viagem a Tenerife ativamos o Seguro Iati e reembolsaram-nos a nossa GoPro entre outros bens roubados.

Desde essa altura que temos uma parceria com eles, os nossos leitores têm assim direito a 5% de desconto em qualquer seguro. Para usufruir do desconto basta reservar através dos links da nossa página ou carregando na imagem que segue.

O que levar na mala?

Para além do óbvio recomendo levar um calçado aquático. Compramos estas Aquashoes na Decatlhon por 7 euros e não nos largam há mais de 4 anos. São muito leves e práticas para este tipo de praias com pedras. Também recomendo levar estas toalhas de microfibra, são leves e secam muito rapidamente, ótimas para usar como toalhas de praia. Acabamos por não levar o nosso material de snorkeling mas ficamos arrependidos, estes da Decathlon não ocupam muito espaço e são muito bons. Acaba por ser um ótimo investimento a longo prazo, já usamos os nossos em vários destinos.

Não se esqueçam de levar um bom calçado para caminhar, protector solar e creme hidratante. O chapéu podem comprar lá, fica de lembrança (se não o perderem com o vento…)

grecia santorini pôr do sol

O nosso roteiro pelas Ilhas gregas

3 dias em Zakynthos nas ilhas Jónicas

3 dias inteiros são suficientes para visitar esta ilha. Deixo aqui uma sugestão de roteiro por Zakynthos, não foi a ordem que seguimos, mas é a que recomendo, pois acabamos por fazer muitas idas e voltas desnecessárias.

Dia 1 - Blue Caves e Navagio Beach

Excursão de barco até as Blue Caves da costa norte saindo de Agios Nikholaos (contar 1h30 e 15€ por pessoa).

Ir até o miradouro da Navagio Beach por volta do meio dia de forma a ver a praia toda iluminada. Se possível caminhar até este outro miradouro (o acesso estava proibido quando lá estivemos, só abria a partir das 18h00 quando a praia já se encontra sem sol).

De tarde fazer a excursão de barco que sai de Porto Vromi até a praia Navagio Beach com paragem nas Blue Caves da costa oeste (recomendo fazer essa excursão por volta das 14h-15h para evitar a multidão na praia, podem ficar lá o tempo que quiserem e voltar no último barco). Contar 20 euros por pessoa.

blue caves zakynthos
blue caves zakynthos
praia navagio zakynthos
praia navagio zakynthos

Dia 2 - Praias da costa este

  Recomendo começar o segundo dia deste roteiro por Xigia Beach. Existem na verdade duas praias: a da direita e a da esquerda. Podem deixar o carro perto da intersecção. A da esquerda é muito mais concorrida porque tem bar/restaurante, podem alugar guarda-sol e 2 cadeiras por apenas 5 euros e pedir comida do bar, servem diretamente na praia. A praia da direita é a meu ver mais bonita por ser mais sossegada, mas é muito pequena e sem infra-estruturas. Começaria por essa da direita. 

   Makris Gialos Beach, chegamos a essa praia ao fim do dia e estava praticamente vazia, foi uma das nossas favoritas, mas não sei como é durante o dia. Tem infra-estruturas, um restaurante delicioso mesmo ao lado (Klontiraki Fish Tavern) e estacionamento fácil.

  Agriosychia Beach foi a praia deserta que descobrimos graças às recomendações do dono do restaurante onde almoçamos. O acesso é muito fácil, mas nada óbvio, só chegam lá com a ajuda do Google Maps. Têm de deixar o carro na berma da estrada e passar por um hotel em construção. 

  Vathi Lagadi Beach e Kremidi Beach, são duas praias perto uma da outra, podem deixar o vosso carro aqui. A Vathi Lagadi beach fica rapidamente sem sol, convém ir lá no início da tarde ou de manhã. Kremidi pelo contrário tem sol até às 19h00.

roteiro ilhas gregas zakynthos
roteiro ilhas gregas zakynthos
roteiro ilhas gregas zakynthos
praia deserta grecia
praia deserta grecia
praia deserta grecia zakynthos

Dia 3 - Praias da costa oeste

 Começar por Plakaki Beach (praia sem areal de difícil acesso, tem várias formações rochosas de onde saltam para o mar, local sossegado e muito bonito), 

  Korakonisi, outro excelente lugar para dar uns mergulhos, mas fica rapidamente cheio por haver pouca espaço para estender toalhas.

  Recomendo passar pelo miradouro Mizithres view point ao meio dia, acabam por ter de fazer um desvio, mas compensa ir lá a essa hora para ver tudo iluminado. O acesso é fácil, podem deixar o carro perto do restaurante Keri Lighthouse e depois basta caminhar uns 10-15 minutos. Desse restaurante também têm uma vista muito bonita.

  Passar a tarde em Porto Lumnionas, um dos nossos locais favoritos em Zakynthos. Podem descer diretamente pelo único bar/restaurante que lá tem, o acesso é mais fácil por aí. Não hesitem em caminhar um pouco até encontrar um local mais sossegado onde deixar a toalha. Preparem-se para dar muitos mergulhos.

  Terminar o dia em Kampi onde podem assistir a um fabuloso pôr do sol. Recomendo reservar mesa no dia anterior para ter vista para o pôr do sol. 

grecia zakynthos
zakynthos porto lumnionas
zakynthos ilhas gregas
view point zakynthos
pôr do sol kampi zakynthos

Informações Úteis | Zakynthos

🛏 ONDE DORMIR

Decidimos ficar no norte da ilha, uma zona mais sossegada, com boas ofertas em termos de restaurantes e atividades. Ficamos mais precisamente no porto de Agios Nikholaos de onde sai o ferry para Kefalonia. O nosso hotel foi o melhor de toda a viagem, pelo quarto em si e sua localização com vista mar, mas principalmente pelas pessoas que lá conhecemos. O Stefano é incrível, recebeu-nos com bebidas frescas e fruta do quintal do avô dele. O pequeno almoço era muito bom e era uma oportunidade para falar com o avô do Stefano. O quarto era espaçoso equipado com kitchenette, casa de banho privativa, ar condicionado, televisão e uma varanda com vista mar a nascente. Para mais informações e reservas: Panorama Apartments.

🍴 ONDE COMER

Os nossos restaurantes favoritos em Zakynthos foram: The Old Windmill (fica no norte da ilha e vale mesmo a pena, para além do atendimento espectacular a comida é tão deliciosa que tivemos de voltar lá para experimentar mais pratos); Klontiraki Fish Tavern (ideal para comer peixe fresco ou polvo grelhado).

✈️ COMO CHEGAR

Existem voos directos e muito económicos a partir de várias cidades europeias como Bérgamo, Roma, Nápoles, Bari, Veneza, Viena, Londres e Sófia. Podem também optar por voar desde Atenas ou chegar de ferry.

🚗 COMO SE DESLOCAR

O mais cómodo para explorar a ilha de Zakynthos é sem dúvida alugar um carro. Podem alugar o carro no aeroporto e deixá-lo no porto antes de apanhar o ferry. Recomendo a 100% esta pequena empresa de aluguer em Zakynthos: K. Express. As pequenas empresas são geralmente as que oferecem a melhor relação qualidade/preço.

Nota: O porto de Agios Nikholaos é o melhor para quem deseja seguir viagem para Kefalonia, pois fica no norte da ilha bem perto de Kefalonia. Sai um ferry às 9h00 e outro às 19h00, o trajecto demora 1h30 até a Pessada Bay em Kefalonia e custa 9 euros por pessoa. Só podem comprar os bilhetes no porto de Agios Nikholaos, está lá todos os dias um homem numa carrinha branca a vender os bilhetes 15 a 30 minutos antes do ferry sair. 

🔍 O QUE NÃO PERDER

Em Zakynthos os nossos locais favoritos foram: miradouro Mizithres, Porto Lumnionas, as praias da costa norte/este e as Blue Caves.

 

4 dias em Kefalonia nas ilhas gregas Jónicas

Muito sinceramente achei 4 dias insuficientes para explorar com calma Kefalonia. Se puderem, recomendo ficar pelo menos 5 dias completos. Vou partilhar aqui o nosso roteiro de 4 dias nesta ilha grega, mas ficou muito por ver.

Dia 1 - Praias do Norte

  Recomendo começar o dia em Kimilia beachh, uma pequena praia muito sossegada com um parque de estacionamento que fica a cerca de 5 minutos a pé da praia.

Depois sigam até uma das praias mais bonitas de Kefalonia: Emplisi Beach. Tem um bar na praia sendo possível almoçar de forma muito económico. Antes ou de pois de almoçar podem ir a pé até a praia Manali, por um trilho que se encontra bem assinalado. Demoram 10 minutos mais ou menos.

☞ Podem finalizar o dia na Foki Beach, uma praia muito diferente das anteriores, pois encontra-se rodeada por uma floresta dando a sensação de estarmos a tomar banho num lago salgado.

☞ Se ainda tiverem forças suficientes podem explorar ao fim do dia a vila piscatória de Fiskardo e aproveitar para jantar por lá. 

kefalonia grécia
roteiro grecia kefalonia

Dia 2 - Baía de Zola

Entre Zola e Amidi Beach encontram as praias mais paradisíacas de Kefalonia. Entre praias de um azul turquesa quase surreal e algumas praias desertas, espera-vos um dia em cheio.

Podem começar este segundo dia em Kefalonia na Vouti Beach, uma praia de fácil acesso digna de uma capa de revista. Existe um bar no topo dessa praia onde servem pratos deliciosos por um preço irrisório. Na praia podem alugar duas cadeiras e um guarda sol por 10€ o dia.

☞ De Zola podem depois alugar um barco privado por 25€/hora ou pagar um táxi boat para descobrir as belíssimas praias da costa apenas acessíveis de barco.  De táxi boat só poderão conhecer duas praias: a Fteri beach e Amidi Beach. Para conhecer essas duas são 25€, eles deixam-vos na Amidi Beach, que é a praia mais afastada de Zola, e combinam uma hora para vos vir buscar e deixar no regresso na Fteri Beach (podem depois ficar nessa praia até às 19h00). Se optarem por conhecer apenas a Amidi beach o custo é de 20€ e se ficarem apenas pela Fteri Beach são 15€. Se optarem por alugar um barco privado eles ensinam-vos a conduzir o barco e poderão depois explorar, para além das duas praias que já mencionei, praias desertas como a Kamari Beach, Manta Beach e Garabaldi Beach.

☞ Se ainda tiverem tempo recomendo ir assistir ao pôr do sol no miradouro da Myrthos Beach. Antes do pôr do sol nós ainda tivemos tempo de visitar Assos, uma linda vila com casinhas coloridas. A praia de Myrthos apesar de ser muito gira não me encantou por apresentar algum lixo na água. Além disso a água não é cristalina, mas sim leitosa (pelo menos quando lá estivemos estava assim).

roteiro ilhas gregas
fteri beach
ilhas gregas

Dia 3 - Costa Sul

No sul encontram várias praias de areia fina o que é raro nas ilhas gregas. Uma delas é a Pessada Beach que se encontra perto do porto do mesmo nome. Por ser pequena fica rapidamente cheia a partir do meio dia por isso recomendo vir de manhã. 

Outra praia de areia fina é a Makris Gialos Beach, mas ao contrário da anterior tem um extenso areal e boas infra-estruturas e vários desportos aquáticos. Podem alugar duas cadeiras e um guarda sol por 8€/dia.

Se tiverem tempo e experiência recomendo alugar um barco por 2h para explorar algumas praias dessa costa que são apenas acessíveis de barco e que são por isso mais sossegadas como a White Rocks Beach. Podem alugar no Lassi Rent a Boat que fica a 1km da Makris Gialos Beach.

Apesar de não o ter feito recomendo ir assistir ao pôr do sol no Monte Ainos, podem deixar o carro no parque de estacionamento e após uma breve caminhada atingem um miradouro de onde conseguem ver praticamente toda a ilha bem como Zakynthos e Lefkada.

 A caminho do monte Ainos, se houver tempo para um breve desvio, recomendo passar pelo Monastério Agios Gerasimos, o santo padroeiro de Kefalonia. Estava fechado quando lá passamos, mas podem tentar a vossa sorte.

grecia kefalonia
ilhas gregas roteiro
monastério kefalonia

Dia 4 - Costa Este

Para este dia tínhamos planeado visitar a península onde se encontra a famosa Petani Bay e a praia Agia Elini, uma das praias mais bonitas da ilha. No entanto, a única estrada que nos permitia passar diretamente do norte da ilha onde estávamos hospedados para essa península encontrava-se em obras e proibida ao trânsito. Já tínhamos sido obrigados a fazer um enorme desvio de 1h dois dias antes para explorar a baía de Zola, então desistimos da ideia e preferimos ir explorar a costa este.

Junto à estrada encontram várias praias lindíssimas e completamente desertas como a Maximus Beach, Limenia Beach e a Cronidis Beach

Mais à frente encontram a Kako Lagadi Beach, uma pequena praia secreta onde as rochas formam arcos tornando o quadro idílico. Recomendo ver os nossos vídeos que se encontram nos destaques do Instagram para não se enganarem no caminho para aceder a essa praia.

Mais uma vez podem alugar um barco e percorrer várias praias desertas desse lado da ilha como a Lazarus Beach, Xilomata Beach e a Koutsoupia Beach.

Mais a norte, também encontram uma praia muito famosa com boas infra-estruturas: a Antissamos Beach.

Se estiverem fartos de praias paradisíacas também podem visitar a Caverna de Melissanthi e a gruta Drogarati. Para quem nunca viu cenotes pode valer a pena visitar Melissanthi (a entrada custa 6€ por pessoa).

roteiro ilhas gregas
grecia kefalonia
kefalonia grece
roteiro ilhas gregas

Informações Úteis | Kefalonia

🛏  ONDE DORMIR

Optamos por ficar a dormir em Effemia, uma vila central relativamente perto de tudo. Gostamos muito do nosso hotel, tinha quartos espaçosos muito bem equipados com kitchenette, casa de banho privativa, televisão, ar condicionado e uma varanda com vista mar. Fica perto de vários restaurantes e do porto de Effimia onde é possível alugar barcos. Para mais informações e reservas: Olive Bay Hotel.

🍴 ONDE COMER

Os nossos restaurantes favoritos foram:  B&B Bakery Pastry (panquecas, ovos mexidos, tostas... o sítio ideal para um bom pequeno almoço/brunch/lanche em Effimia), Alladin Bar na Vouti beach (é o único não há como enganar), Kastro Café ( o primeiro restaurante que experimentamos em Kefalonia e um dos melhores da nossa estadia, vale muito a pena).

✈️ COMO CHEGAR

Existem voos directos e muito económicos a partir de várias cidades europeias como Bérgamo, Pisa, Bari, Veneza, Frankfurt e Viena. Podem também optar por voar desde Atenas ou chegar de ferry.

🚗 COMO SE DESLOCAR

Mais uma vez a melhor forma de explorar a ilha de Kefalonia é de carro. Recomendamos esta pequena empresa familiar: Greekstones. Foram incríveis, estavam à nossa espera à saída do ferry com um carro praticamente novo. Não é necessário cartão de crédito, o seguro é muito completo, sem franquias, sem caução! Os preços são, a meu ver, imbatíveis.

🔍 O QUE NÃO PERDER

Em Kefalonia os nossos locais favoritos foram: as praias do norte, Vouti beach, Fteri Beach, a estrada panorâmica entre Myrthos e Assos e o Miradouro da Myrthos Beach.

1 dia em Atenas

Inicialmente tínhamos 24horas para visitar Atenas contando com as deslocações de ida e volta para o aeroporto. No entanto o nosso voo para Santorini foi antecipado de 3h, na altura não mudei o voo porque achei que não iria interferir muito, mas isso foi sem contar com as 4h de atraso que acabamos por ter no voo de Kefalonia para Atenas… Portanto acabou por sobrar apenas uma noite e uma manhã para visitar a capital! Soube a muito pouco, mas deu para visitar a famosa Acrópole e passear pelo bairro de Plaka

Para visitar a Acrópole recomendo-vos comprar os bilhetes antecipadamente neste site (o preço é exatamente o mesmo do que na bilheteira e têm a vantagem de ter cancelamento gratuito até 24h antes e evitam a fila). O museu é gratuito para quem tiver 25 anos ou menos. Para o comum dos mortais fica a 20€/pessoa. Existem dois acessos, recomendo entrar por este logo de manhã cedo às 8h00 para evitar a multidão e o calor! Depois podem sair pelo mesmo sítio ou podem sair por aqui e visitar o bairro Plaka logo de seguida. Acho que este sítio arqueológico merece o investimento numa visita guiada, senti que perdi muita informação valiosa. Apanhamos algumas conversas de guias franceses e pareceu-nos muito interessante. Li boas reviews desta visita guiada que fica por 45€/pessoa.

acropole atenas roteiro
atenas roteiro
roteiro ilhas gregas e atenas

Informações Úteis | Atenas

🛏  ONDE DORMIR

Ficamos hospedados no centro de Atenas a poucos metros das principais atrações da cidade num hotel que oferece uma vista deslumbrante sobre a Acrópole. Pagamos apenas 43€/noite por um quarto duplo com casa de banho privativa, ar condicionado e varanda! Para mais informações e reservas: Selina Theatrou Athens.

🍴 ONDE COMER

O restaurante Karamanlidika conquistou-nos! Para além do atendimento extraordinário, a comida é fabulosa.

✈️ COMO CHEGAR

A maneira mais fácil e rápida de chegar a Atenas é de avião. Do aeroporto podem apanhar o metro linha 3 até o centro da cidade por 18€ ida e volta. Se chegarem a Atenas de ferry podem apanhar o metro linha 1 no porto de Pireus até o centro da cidade.

🔍 O QUE NÃO PERDER

Para além da Acrópole e do bairro de Plaka, podem visitar o Estádio Panatenaico, a Igreja Bizantina de Kapnikarea e o monte Lycabettus que oferece uma linda vista sobre a cidade.

4 dias em Santorini nas Cíclades

Tínhamos algum receio em visitar esta ilha, mas a curiosidade venceu e ainda bem! Por muitas fotografias que uma pessoa veja, esta ilha tem aquele factor WOW. As fotografias não conseguem transmitir a imensidão e imponência das falésias de Santorini que mergulham num azul profundo. No topo dessas falésias equilibram-se  as famosas casinhas brancas com vista para a caldeira. Uma paisagem única que merece sem dúvida ser incluída no vosso roteiro pelas ilhas gregas! 

Dia 1 - Fira, caldera e Imerovigli

Recomendo chegar a Fira o mais tardar às 9h00 para evitarem a multidão e o calor. Só começamos a ver muita gente a partir das 11h. Existem um grande parque de estacionamento gratuito aqui. Para passear com calma por Fira recomendo uma manhã inteira, não vos consigo delinear um itinerário, basta começar numa ponta e explorar todas as ruelas até Firostefani. 

De tarde recomendo uma excursão de barco até o vulcão. Existem várias fórmulas algumas com almoço ou jantar incluído. Pessoalmente optamos por esta excursão que custa 25€/pessoa, mas inclui apenas a visita do vulcão e mergulho nas águas termais. Depois de fazer algumas pesquisas encontramos uma excursão mais completa que para além do vulcão e das águas termais inclui também uma paragem na ilha de Thirassia. Ficamos com pena de não ter visitado essa ilha, descobrimos depois que é uma ilha autêntica, pouco visitada e muito pitoresca. Podem reservar aqui com cancelamento gratuito até 24h

No fim da excursão recomendo ir até Imerovigli (podem ir a pé ou de carro) para assistir a um fabuloso pôr do sol no Skaros Rock

roteiro ilhas gregas santorini
roteiro ilhas gregas santorini
roteiro ilhas gregas santorini

Dia 2 - Akrotiri e as praias do Sul

Para este segundo dia em Santorini dirijam-se até o sul da ilha. Em Akrotiri poderão visitar um museu arqueológico que abriga restos de uma aldeia que ficou enterrada após a explosão do vulcão Tera (semelhante ao que ocorreu em Pompeia). A meu ver não é um imperdível pela pobreza do sítio arqueológico e a falta de informações. A entrada custa 12€ e não vale a pena pagar o estacionamento, tem vários lugares gratuitos à frente. 

O melhor do sul são mesmo as praias sendo a Red beach a mais famosa de todas. Para garantirem a melhor experiência possível neste sítio recomendo ir de manhã cedo para evitar a multidão. De lá podem ir de barco para a White Beach e a Black Beach por 15 euros por pessoa. Se quiserem evitar locais turísticos e aproveitar praias de forma gratuita recomendo ir antes para a praia Vlixada. Foi uma agradável surpresa. 

A meio da tarde recomendo voltar mais a norte para visitar a adega Santos Wines. Mesmo aqueles que não apreciam vinho irão ficar encantados com a vista. A prova de vinho com visita da adega e das vinhas carece de reserva prévia. Se quiserem apenas provar alguns vinhos podem ir sem reservar.

Para o pôr do sol podem optar por ficar no Santos Wine que oferece uma vista soberba para a caldera ou podem regressar a Akrotiri e ficar no farol na ponta da ilha. Foi a nossa escolha e adoramos.

red beach santorini
roteiro ilhas gregas santorini
por do sol santorini
por do sol santorini

Dia 3 - Oía e Amoudi Beach

Em Oía foi mais difícil encontrar estacionamento gratuito, mas acabamos por conseguir deixar o carro neste pequeno parque de estacionamento gratuito. Também podem deixar o carro em baixo perto da praia, o que implica ter de subir tudo a pé. 

Percam-se pelas ruelas de Oía, existem vários spots muito famosos que não terão dificuldade nenhuma em encontrar, mas que irei depois enumerar num próximo artigo dedicado a Santorini. Um dos locais que mais gostamos de visitar durante o dia foi o “castelo” de Oía. É sem dúvida a vila mais bonita de Santorini, é extremamente fotogénica, mas recomendo vir bem cedo para evitar o calor abrasador e as filas que se formam para fotografar nos sítios mais famosos. 

De tarde recomendo descer até a praia Amoudi, não é bem uma praia, mas é o sítio ideal para dar vários mergulhos na água cristalina que rodeia Oía. Não façam como nós, não se esqueçam das vossas toalhas e Aquashoes na mala do carro.

Ao fim do dia, se quiserem muito fotografar o famoso pôr do sol de Oía terão de ter muita paciência. Um dos melhores sítios para fotografar o pôr do sol mais famoso do mundo é o castelo de Oía. A partir das 19h30 (no verão) as ruelas começam a ficar cheias e o no castelo já será difícil encontrar um lugar sentado. Se quiserem evitar um pouco a multidão podem observar o pôr do sol nestas escadas. Não ficam com o melhor enquadramento de Oía, mas evitam assim a multidão do castelo. 

roteiro ilhas gregas santorini
roteiro ilhas gregas santorini
grecia santorini praia
melhor pôr do sol Santorini

Dia 4 - Imerovigli e as praias do norte

Para o nosso último dia decidimos seguir a recomendação do dono do nosso hotel que nos vendeu um sonho: uma praia paradisíaca de água cristalina praticamente deserta em Santorini: Koloumpo Beach. E o homem tinha razão. A praia é lindíssima com um extenso areal e uma falésia abruta muito peculiar e muito fotogénica. E estava efectivamente praticamente deserta. Não tem infra-estruturas, mas o acesso é muito fácil, basta descer por aqui e seguir o pequeno trilho (2 minutos a pé).

De tarde decidimos explorar Imerovigli. Sem dúvida o nosso local favorito em Santorini, tem vários sítios muito fotogénicos, basta passear pelas numerosas ruelas e escadarias para encontrá-los. Decidimos voltar ao Skaros Rock para admirar o pôr do sol mais incrível que já vimos. 

roteiro ilhas gregas
praia deserta santorini
imerovigli santorini
roteiro ilhas gregas santorini
melhor pôr do sol santorini
melhor pôr do sol santorini

Informações Úteis | Santorini

🛏  ONDE DORMIR

Encontrar o alojamento ideal em Santorini não é tarefa fácil porque a oferta é gigantesca e os preços por vezes absurdos. Nós optamos por ficar numa zona mais económica na vila de Kamari, num hotel muito sossegado: Acropole Sunrise. Tínhamos uma varanda privada com vista mar e pequeno almoço incluído, para nós era o essencial já que não passamos muito tempo no hotel. No entanto, se voltasse a viajar hoje para Santorini escolheria sem dúvida a vila de Imerovigli para me hospedar porque foi o sítio que ambos adoramos mais. É muito mais sossegada que Fira ou Oía e tem hotéis incríveis sendo um dos melhores sítios para observar o famoso pôr do sol de Santorini. Entramos sem querer no hotel Chromata e depois de ver a vista do hotel e as reviews do mesmo acho que é um excelente compromisso relação qualidade/preço. Para mais informações e reservas: Katikies Chromata Santorini.

🍴 ONDE COMER

Os restaurantes que nos conquistaram em Santorini foram: Parea Tavern e Onar em Fira, To Pinakio em Kamari (jantamos lá duas vezes, comemos super bem e foi das refeições mais baratas que tivemos em Santorini e ainda nos ofereceram a sobremesa e um vinho com mel caseiro! Saõ mesmo muito queridos e a comida é divinal) e por fim adoramos almoçar com uma linda vista sobre a ilha no restaurante Steki tou Nikou (mais um restaurante barato com um atendimento 5* e uma comida caseira deliciosa).

✈️ COMO CHEGAR

Podem chegar de avião ou de ferry. Existem voos diretos a partir de várias cidades italianas (Roma, Bolonha, Veneza, Milão...), de Tel Aviv, Viena, Sófia, Londres, Paris, Marselha, Lyon...

🚗 COMO SE DESLOCAR

Apesar da ilha ter uma boa oferta em termos de transportes públicos o carro é sem dúvida o meio de transporte que oferece maior liberdade para explorar esta linda ilha. Sendo esta uma ilha muito turística, tentamos tal como nas outras ilhas encontrar uma pequena empresa familiar, mas desta vez correu mal. Por isso, nesta ilha só vos posso recomendar passar por este site Autoeurope escolhendo a opção Super Cover, já fizemos isso em vários países e correu lindamente. O atendimento e o apoio ao cliente é top, já tivemos um problema com o nosso cartão de crédito e tivemos também um furo e foram impecáveis.

🔍 O QUE NÃO PERDER

Em Santorini não podem perder a visita das principais vilas, recomendo percorrer a pé as ruelas entre Fira e Imerovigli (contar 1h entre as duas vilas), visitar de manhã cedo Oía, assistir ao pôr do sol em Imerovigli e Oía, a excursão de barco até o vulcão e mergulhar em pelo menos uma praia de Santorini (Koloumpo ou Vlixada para mais sossego).

Espero que tenham gostado deste (longo) artigo e que seja útil na organização do vosso roteiro pelas ilhas gregas! Se tiverem dúvidas, sugestões ou recomendações não hesitem em partilhar nos comentários!

-

AS FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZARES A TUA  VIAGEM:

   Podes encontrar aqui os melhores voos: Skyscanner ou Momondo

   Para encontrares as melhores promoções e reservares o teu alojamento recomendamos o Booking

   Não te esqueças de contratar um bom seguro de viagem, os Seguros Iati têm atendimento em português, são especializados em viagem e não cobram franquia! Se realizares a compra através do nosso link tens direito a 5% de desconto em qualquer seguro.

    Procura as melhores excursões e compra os teus bilhetes para as melhores atrações na GetYourGuide

    Poupa em taxas de levantamento usando o Cartão Revolut

-

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares ou reservares através desses links não pagarás nada a mais por isso e estarás a ajudar os Destinos Vividos. Obrigada 🙂

 

-

-