Índia

Visto Índia | E-visa e visto normal (preços 2020)

vistos india

Vistos Índia

Para entrar na Índia é necessário pedir previamente um visto e ter um passaporte com uma validade mínima de 6 meses após a data final prevista da viagem. O passaporte deve ainda ter pelo menos três páginas virgens, sendo que duas das páginas devem estar frente a frente. 

É obrigatório pedir previamente o visto. Não é possível pedir o visto à chegada. Apesar de não ser necessário para fazer o pedido do visto, ao chegar à Índia poderá ser pedido um comprovativo de saída de território. A nós pediram-nos isso no aeroporto do Porto, mostrei os bilhetes no telemóvel e deixaram-nos fazer o check-in.

vistos índia

Seguro de viagem para a Índia

A compra do seguro de viagem é uma etapa essencial antes de qualquer viagem. Pequenos ou grandes percalços podem acontecer a qualquer um. Uma amiga minha ficou internada 1 semana na Índia por causa de uma gastroenterite bastante severa! 

Mas para viajarem descansados convém saber que seguro compraram e se irá ser útil quando precisarem de o accionar. Uma das coisas que muita gente ignora, é que a grande maioria dos seguros cobra uma franquia! Os seguros Iati não têm franquias e têm atendimento em português 24/24h. Além disso, se precisarem de cuidados médicos não terão de adiantar o dinheiro! Já tivemos de accionar esse seguro e foram impecáveis!

Podem fazer a simulação do vosso seguro Mochileiro aqui e ainda usufruem de um desconto de 5%!

Tipos de visto para a Índia

Podem ver aqui os diferentes tipos de vistos para a Índia:

(preços atualizados em Janeiro 2020)

Tipo de visto Duração máxima de uma estadia Validade Preço
E-visa entrada dupla
30 dias
30 dias
10 $ de Abril a Junho; 25 $ de julho a Março
E-visa múltiplas entradas
90 dias
1 ano
40 $
E-visa múltiplas entradas
90 dias
5 anos
80 $
Visto múltiplas entradas
90 dias
3 meses, 6 meses ou 1 ano
105 €

Se não quiserem perder tempo, podem pedir o vosso visto diretamente aqui:

Pedir um E-Visa para a Índia

Pedir um E-visa para a Índia pode ser muito chato. Entre as regras de formatação, dimensões e peso das fotografias e os problemas encontrados a preencher os dados do site oficial, demorei cerca de 2h  para conseguir finalizar o meu pedido de visto. 

Irei partilhar com vocês todas as etapas para pedirem o vosso E-visa para a Índia. Seguindo este tutorial conseguem fazer o pedido em menos de meia hora.

RESTRIÇÕES DO E-VISA

O E-visa só é válido para chegadas por via aérea num dos seguintes aeroportos:

Ahmedabad, Amritsar, Bagdogra, Bengaluru, Bhubaneswar, Calicut, Chennai, Chandigarh, Cochin, Coimbatore, Delhi, Gaya, Goa, Guwahati, Hyderabad, Jaipur, Kolkata, Lucknow, Madurai, Mangalore, Mumbai, Nagpur, Port Blair, Pune, Tiruchirapalli, Trivandrum, Varanasi et Vishakhapatnam

Ou para chegadas por via marítima num dos seguintes terminais:

Cochin, Goa, Mangalore, Mumbai et Chennai

O E-visa não é válido para chegadas por via terrestre! Se tencionam viajar do Nepal para a Índia por via terrestre devem pedir o visto clássico.

1ª etapa para pedir o E-VISA para a Índia

Antes de aceder ao site oficial e iniciar o processo devem preparar os dois seguinte requisitos:

FOTOGRAFIA

Para fazer o pedido on-line do e-visa será necessário terem uma fotografia vossa. A fotografia pode ser tirada com telemóvel ou máquina profissional, o mais importante é respeitar todas as seguintes regras:

  • Formato: JPG ou JPEG
  • Tamanho da imagem: deve ter no mínimo 10 KB e no máximo 1 MB. 
  • Dimensões: 1×1 ou seja, a altura deve ser igual à largura cumprido um mínimo de 350 pixels (largura) x 350 pixels (altura) e no máximo  1000 pixels (largura) x 1000 pixels (altura).KB
 

A fotografia deve ainda apresentar o rosto inteiro, (ou seja sem cabelo a tapar a cara), os olhos abertos e sem óculos. A cabeça deve estar no centro sendo visível o topo da cabeça e o queixo. O fundo deve ser de cor clara ou fundo branco claro. 

Não pode haver nenhuma sombra na fotografia, nem no rosto nem no fundo (para isso basta tirar uma fotografia com flash) centrando bem a câmara.

PASSAPORTE

Devem digitalizar as duas primeiras páginas do passaporte onde são visíveis a fotografia e os detalhes. 

A digitalização deve ser de boa qualidade respeitando as seguintes regras:

  • Formato: PDF
  • Tamanho: mínimo de 10 KB e máximo de 300 KB.

A grande maioria das impressoras digitalizam em formato JPEG, basta depois aceder a este site para converter em PDF. Se o tamanho for superior a 300 KB, usem este site para comprimir o ficheiro.

Como redimensionar a fotografia para o visto da Índia

Não precisam gastar um dinheirão com um fotógrafo profissional para tirar uma fotografia para o pedido do visto para a Índia. Podem tirar uma fotografia numa máquina automática ou em casa com uma máquina fotográfica ou mesmo com o telemóvel. Para isso, convém ter um telemóvel com uma boa câmara e flash.

Depois de tirada a fotografia, os mais experientes podem modificá-la no lightroom ou photoshop. Devem recortar a fotografia escolhendo a opção 1x1. Quando guardarem ou exportarem a fotografia, poderão configurar directamente o tamanho da imagem. Podem, por exemplo,  colocar 700 por 700 pixels nos parâmetros. A fotografia irá ser guardada automaticamente com esse tamanho, mas verifiquem sempre no final se não ultrapassa 1 MB.

Caso não tenham nenhum desses programas de edição, devem abrir a fotografia no famoso "paint". Recortam de forma a obter um quadrado, mas não se preocupem muito com isso pois no site do governo indiano terão de recortar a fotografia. Depois devem carregar onde diz redimensionar. Aparece então a opção "percentagem" ou "pixels". Escolham a segunda opção colocando 700 pixels horizontal e vertical. Depois de guardada a fotografia, verifiquem se o tamanho não ultrapassa os 1 MB.

Se já tiverem uma fotografia tipo passe em casa, podem digitalizar e seguir exatamente os mesmos passos no programa paint.

2ª etapa para pedir o E-VISA para a Índia

Depois de terem a fotografia e o passaporte no formato adequado, podem então iniciar o pedido no site oficial do governo indiano. Deverão ter por perto o vosso passaporte, cartão de cidadão e o vosso cartão Revolut previamente carregado com o valor correspondente ao visto que pretendem (devem acrescentar 2 USD ao valor da tabela pois o governo adiciona uma taxa de 1 USD).

Caso ainda não tenham cartão Revolut podem pagar com o vosso cartão de crédito ou de débito habitual.

Quando estiverem a preencher o formulário online para o pedido de visto para a Índia, verifiquem bem os dados que introduzem. Apesar de no final poderem rever tudo antes de pagar, se houver algum erro e tentarem corrigir o site dá erro e terão de preencher tudo de novo (aconteceu-me 3 vezes…).

Não devem carregar na tecla enter do teclado enquanto preencham e não devem introduzir caracteres especiais ou pontuação.

Nunca façam refresh, se o site estiver “a pensar” deixam-no pensar. Por vezes é lento, mas acaba sempre por abrir a página seguinte. Se fizerem refresh irá dar erro e terão de preencher tudo novamente (como já devem ter percebido também me aconteceu isto).

Podem ver de seguida todas as etapas do formulário

visto india formulario
visto índia etapas
visto índia preencher formulário
visto
visto índia
visto
formulario governo indiano
formulario governo indiano
fotografia visto índia
passaporte visto índia
fotografia visto índia

3ª etapa para pedir o E-VISA para a Índia

Depois de preencher o formulário e carregar a fotografia e o passaporte, podem então continuar e proceder ao pagamento. Aparece logo o preço que terão de pagar. No fim, o site propõe três opções de pagamento. Tentei as três e a única que resultou foi a última: ” Axis Bank“. 

Como evitar as comissões dos bancos na compra do visto para a Índia

Podem pagar o visto com o vosso cartão bancário habitual (Visa ou Mastercard). Mas os bancos portugueses, para além de terem péssimas taxas de conversão, cobram comissões absurdas. Para evitar isso podem pedir gratuitamente o vosso cartão revolut através deste link. Recomendo ler o nosso artigo completo sobre este cartão que evita taxas e comissões no estrangeiro.

Dentro da aplicação Revolut podem depois converter diretamente euros em dólares (USD). Usufruem assim da melhor taxa de conversão e evitam ainda as comissões dos bancos portugueses.

Por exemplo, se pretendem obter o E-visa de múltiplas entradas com validade de um ano, o custo do E-visa será de 40$ + 1 $. Na aplicação Revolut podem converter diretamente os vossos euros em dólares, troquem apenas os euros necessários para obter esse valor. De qualquer forma, se trocarem dinheiro a mais, podem voltar a converter em euros sem problema.

pagamento visto índia
visto índia

4ª etapa para pedir o E-VISA para a Índia

Passado algumas horas ou dias irão receber um mail a dizer se o visto foi autorizado ou não. Recebemos o mail menos de 24h após o pedido, mas poderá variar por isso não se preocupem se não receberem logo. No e-mail deve aparecer “Application Status: Granted”. Quase no fim desse e-mail aparece a seguinte frase: 

“Please confirm that your ETA status is shown as GRANTED on our Official website prior to commencement of your journey. “

Devem carregar nesse link e carregar onde diz ” Check your visa status“. Depois basta preencher o Application ID e o vosso número de passaporte para obter o visto oficial a cores. E é esse documento que devem imprimir e apresentar à chegada.

Pedir um Visto clássico para a Índia

Se tencionam entrar na Índia por via terrestre este é o visto que devem pedir. Se entrarem por via aérea ou marítima será melhor pedir o E-Visa, é mais barato e mais fácil de obter.

Podem pedir um visto clássico com validade de 3 meses, 6 meses ou 1 ano. Pode ser de entrada simples, dupla ou múltipla, sendo que cada estadia não pode ultrapassar os 90 dias. Também existe um visto de 5 anos, mas é raro ser concedido e deve ser previamente autorizado pela embaixada.

Independentemente da duração escolhida, o visto clássico tem um custo fixo de 105€, excepto o visto de 5 anos (nesse caso tem um custo de 200€).

O visto clássico pode ser obtido na embaixada da Índia em Lisboa. Se tencionam atravessar a fronteira do Nepal para a Índia, também podem pedir o visto em Katmandu, nesse caso custa cerca de 100€ e demora cerca de 7 dias úteis. Se quiserem mais informações sobre este assunto deixem um comentário no fim deste artigo.

Para pedir o visto na embaixada de Lisboa será necessário preencher previamente um formulário online e entregar duas fotografia tipo passe

Pedir o Visto para a Índia através de uma agência

Se preencherem mal o formulário ou se os documentos não estiverem conforme os requisitos do governo indiano, o vosso visto poderá ser recusado e podem não obter o reembolso. 

Se não quiserem perder tempo com estas burocracias podem pedir a uma agência especializada em vistos para tratarem disso por vocês. A iVisa trata de tudo on-line e permite obter o visto de forma rápida e segura.

ivisa
ivisa

Prolongar o visto para a Índia

Não podem prolongar o visto indiano. Se quiserem ficar mais tempo a única solução consiste em sair do país e pedir um novo visto. Podem por exemplo ir para Katmandu no Nepal e fazer lá o pedido do visto na embaixada da Índia.

Obter uma autorização especial para visitar áreas protegidas da Índia

O visto indiano não dá acesso a determinadas regiões protegidas. Se quiserem viajar para Sikkim, podem solicitar uma autorização (no máximo de 15 dias) quando solicitarem o  visto.

Para ficar mais tempo em Sikkim ou para visitar as Ilhas Andaman e Nicobar, Arunachal Pradesh e Nagalan, devem solicitar um RAP / PAP (Licença de Área Restrita / Protegida). Essa autorização só pode ser pedida quando já estiverem na Índia, no FRO (Escritório de Registro de Estrangeiros em Nova Délhi) ou no FRRO (Escritório de Registro Regional de Estrangeiros).

-

AS FERRAMENTAS INDISPENSÁVEIS PARA ORGANIZARES A TUA  VIAGEM:

   Podes encontrar aqui os melhores voos: Skyscanner ou Momondo

   Para encontrares as melhores promoções e reservares o teu alojamento recomendamos o Booking

   Não te esqueças de contratar um bom seguro de viagem, os Seguros Iati têm atendimento em português, são especializados em viagem e não cobram franquia! Se realizares a compra através do nosso link tens direito a 5% de desconto em qualquer seguro.

    Procura as melhores excursões e compra os teus bilhetes para as melhores atrações na GetYourGuide

    Poupa em taxas de levantamento usando o Cartão Revolut

-

Este artigo contém links de afiliados. Se comprares ou reservares através desses links não pagarás nada a mais por isso e estarás a ajudar os Destinos Vividos. Obrigada 🙂

 

-

-

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *