Visitar Barcelona | Guia e Dicas de Viagem

Visitar Barcelona | Guia e Dicas de Viagem

Visitar Barcelona é sempre uma excelente opção, que seja durante um stopover como nós, durante um fim de semana prolongado ou durante uma semana. Uma cidade em constante transformação que oferece um pouco de tudo, praia, arte, concertos, teatro, cinema, animação noturna e claro, é a cidade de eleição para as despedidas de solteiro… Foi uma cidade que ambos já tínhamos visitado em solo, e esta escala foi a oportunidade ideal para poder visitá-la juntos. Infelizmente foi uma paragem muito curta (cerca de 36h) por isso, ficou muito por ver, mas não irão faltar oportunidades para lá voltar. Deixamos aqui um mini-guia com muitas informações úteis para poderem organizar a vossa visita a Barcelona.

Como ir do aeroporto para o centro de Barcelona?

Existem várias opções, iremos colocar para cada uma das opções o preço correspondente. Podem ver cada opção mais detalhada neste artigo: “Como ir do aeroporto para o centro de Barcelona” (Artigo em breve).

1 – Aerobus A1 (Terminal 1) ou A2 (Terminal 2) – 5,90 € ida, 10,20 € ida e volta (optamos por esta opção, muito prático e rápido). Podem comprar aqui os bilhetes Aerobus Barcelona

2 – Comboio (Terminal 2) – 2,00 € ida (se comprarem um título de transporte tipo T10 à entrada de uma estação RENFE, o trajecto fica mais barato)

3 – Autocarro público nº 46 (Terminal 1 e 2) – 2,15 € ida (podem comprar no autocarro, mas se comprarem um pass tipo T10 numa estação de metro, o trajecto fica mais barato)

4 – Metro linha 9 (Terminal 1 e 2) – 4,50 € ida

5 – Táxi (Terminal 1 e 2) – entre 30 e 35 €

6 – Autocarro noturno N16 (Terminal 2), N17 (Terminal 1), N18 (Terminal 1 e 2) – 2,15 € ida (podem comprar no autocarro, mas se comprarem um pass tipo T10 numa estação de metro, o trajecto fica mais barato)

Como se deslocar em Barcelona?

Uma regra simples, se tencionam usar os transportes públicos mais do que 4 vezes ou se forem várias pessoas a viajar, compensa sempre comprar um pass. Basta fazer os cálculos.

Um título custa atualmente 2,20 €, o pass com 10 títulos (T10) custa 10,20 € e pode ser usado por várias pessoas! Existem vários tipos de passes:

  • T10: 10 títulos – 10,20 € (pode ser usado por várias pessoas)
  • T50/30: 50 títulos que podem ser usados no prazo de 30 dias – 43,50 € (pode ser usado por várias pessoas)
  • T70/30: 70 títulos que podem ser usados no prazo de 30 dias – 60,90 € (pode ser usado por várias pessoas)
  • Tdia: 1 título com trajectos ilimitados durante 24h – 8,60€ (título pessoal, não pode ser partilhado)
  • HOLA BCN – 2 dias1 título com trajectos ilimitados durante 48h – 14,25€ (título pessoal, não pode ser partilhado)
  • HOLA BCN – 3 dias: 1 título com trajectos ilimitados durante 72h – 20,90€ (título pessoal, não pode ser partilhado)
  • HOLA BCN – 4 dias1 título com trajectos ilimitados durante 96h – 27,07€ (título pessoal, não pode ser partilhado)
  • HOLA BCN – 5 dias1 título com trajectos ilimitados durante 120h – 33,25€ (título pessoal, não pode ser partilhado)

Podem carregar no seguinte mapa para explorar as várias linhas de metro/tram, horários e preços:

Onde dormir em Barcelona?

Tudo depende daquilo que procuram e do vosso orçamento. Ficam aqui algumas dicas segundo o vosso perfil:

  • Querem explorar o centro histórico, gostam de animação noturna e adoram ter vários restaurantes e bares por perto ? Bairro Gótico (€€€)
  • Gostam de ruelas animadas, esplanadas e querem ficar perto do mar e das zonas verdes? Bairro El Born (€€€)
  • São adeptos de brunch, gostam de street art e de lojas bio e querem ficar perto do parque Guell? Bairro Gracia (€€)
  • Adoram fazer compras em mercados e beber um copo em bares animados? Bairros Sant Antoni e Raval (€€)
  • Gostam de fugir da confusão e de comer tapas autênticas e baratas? Bairro Poble Sec (€)
  • Querem ficar perto do mar, beber um copo numa esplanada com os pés na areia ou ainda assistir a festas populares e comer em tascas? Barceloneta (€€€)
  • São fãs do Gaudi e querem ser os primeiros a chegar à Sagrada família? Bairro Eixample Derecha (€€€)

Quanto a nós optamos por ficar no bairro Sant Antoni num alojamento Airbnb. Foi a nossa primeira má experiência com esta plataforma e por isso nem iremos mencionar o alojamento. Se voltássemos hoje a Barcelona para explorar a cidade e passar uns dias mais relaxados com mais tempo pela frente, optaríamos sem dúvida por este hotel: Catalonia Atenas

O hotel em si fica fora dos “bairros centrais”, já no limite do bairro Eixample, mas fica perto do metro e tem um rooftop incrível com vista sobre toda a cidade e a Sagrada Família. Melhor ainda, tem uma piscina nesse rooftop! Os quartos são super espaçosos equipados com ar condicionado, frigorífico e televisão. O hotel possui ainda um restaurante, um centro de spa e outra piscina interior, tudo isso por 70€/noite. Já pagamos o mesmo em Itália por um hotel bem fraco com uma casa de banho partilhada e minúscula… Se ainda não ficaram convencidos vejam as fotografias e os comentários dos outros viajantes no Booking.

🛌 QUERO RESERVAR ESTE HOTEL

Outra boa opção é o Motel One Barcelona-Ciutadella, é mais central por isso ligeiramente mais caro, fica no maravilhoso bairro El Born e tem ums esplanada com vista privilegiada sobre o parque da Ciutadella. Os quartos também são espaçosos, modernos, com ar condicionado, insonorização, casa de banho privativa e televisão de ecrã plano. O hotel tem um restaurante que serve um fabuloso pequeno almoço. Tudo isso a partir de 90€/noite.

🛌 QUERO RESERVAR ESTE HOTEL

Mas se procuram um hotel mais barato ou se quiserem ficar num bairro diferente, podem ver aqui as melhores promoções para Barcelona:



Booking.com

Onde comer em Barcelona?

Não faltam restaurantes, tascas e mercados para comer em Barcelona. Muito sinceramente, o melhor que podem fazer é ir passeando sem se preocuparem com os restaurantes. Quando vos apetecer comer vejam o que têm à vossa volta e façam uma pesquisa rápida no Tripadvisor para ver se vale a pena. Há bons restaurantes em cada ruela, descobrimos o Ziryab Fusion com essa técnica e foi o nosso restaurante favorito. Também comemos no mercado La Boqueria, ficamos com um sentimento misto pois comemos coisas muito boas e coisas muito más… a verdade é que tem uma grande diversidade de produtos com preços apelativos, o melhor é a fruta fresca e os sumos naturais que ficam com descontos ao fim do dia. Perto do mercado almoçamos no dia seguinte numa bar de tapas A tu Bola, o conceito é original e cozinham tudo com produtos frescos à nossa frente.

O que visitar em Barcelona?

Poderia colocar aqui uma lista extensa de locais e monumentos a visitar. Seriam preciso várias semanas para visitar tudo o que Barcelona tem para oferecer. O que recomendamos para uma visita de 2 a 3 dias é visitar os bairros centrais, ou seja, o bairro gótico (catedral de Barcelona, ponte gótica), o bairro El Born (Palácio da música Catalã, Basílica de Santa Maria del Mar) e o bairro Grácia (Parque Güell e Bunker del Carmel), passando pelo bairro Eixample para visitar a Casa Batló, a casa Milà e a Sagrada Família.

Se tiverem mais tempo visitem a zona de Montjuic (o Castelo de Montjuic, o museu da história da Catalunha, a fundação Joan Miró, o espectáculo noturno na Fonte Mágica) e a Barceloneta (Aquário de Barcelona, Parque de la Ciutadella). E se tiverem mesmo muito tempo (mais do que 4 dias) podem dar um salto ao monastério de Montserrat que fica a 1h de carro de Barcelona.

Fica aqui o nosso roteiro: City Break | Roteiro de 2 dias em Barcelona

 

Algumas dicas úteis para organizar a vossa visita:

  • É mais vantajoso e cómodo comprar os bilhetes para as principais atracções turísticas online nos sites oficiais. Para alguns casos se comprarem com várias semanas de antecedência poderão usufruir de um desconto: Sagrada Família, Casa Batló, Palau de la Musica, Parque Güell, Aquário de Barcelona,
  • Se querem uma vista desafogada sobre a cidade, vale a pena acordar bem cedo para assistir ao nascer do sol no Bunker del Carmel
  • Compensa comprar um pass T10 para se deslocarem de metro, mas também vale a pena perderem-se pelas ruelas.
  • Convém reservar o alojamento 3 meses antes para desfrutar de preços mais vantajosos (os melhores hotéis em termos de relação qualidade/preço ficam rapidamente esgotados, principalmente na época alta)
  • O parque Güell tem várias entradas, algumas podem estar fechadas por obras por isso convém chegar com antecedência para não deixar passar a vossa hora de entrada no parque (quase que não chegávamos a tempo por causa disso)
  • A melhor altura para visitar o parque Güell é de manhã cedo, se entrarem antes do parque abrir não pagam a entrada (informação não validade por nós, mas que lemos em diversos blogues)
  • A melhor altura para visitar a Sagrada Família é ao fim do dia quando a luz incide nos vitrais criando uma atmosfera única dentro da Catedral.
  • Para aproveitar vários descontos recomendamos visitar o mercado de La Boqueria uma hora ou meia hora antes de fechar (o mercado está aberto das 08h00 às 20h00 e encerra ao domingo)

 

E vocês já visitaram Barcelona? Qual foi o vosso sentimento relativamente a esta cidade? Algum sítio que recomendariam?

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *