O que visitar na serra da Lousã?

O que visitar na serra da Lousã?

A serra da Lousã, uma serra até agora misteriosa para nós, ouvíamos falar de aldeias de xisto, de uns percursos no meio de uma vegetação luxuriante, piscinas naturais com riachos e cascatas, tudo isso acompanhado de uma alta gastronomia com cheirinho a tradição… tínhamos de ir descobrir e ver com os nossos próprios olhos. A verdade é que ficamos maravilhados com esta região de Portugal. Ficou muito por ver e muito por provar, por isso havemos de lá voltar.

Deixamos aqui uma pequena selecção dos melhores sítios e atividades a não perder na serra da Lousã. No fim do artigo encontrarão um mapa com todos os locais aqui mencionados, hotéis e restaurantes incluídos.

 

1 – O Castelo da Serra da Lousã

O Castelo, emblema da serra da Lousã, foi (quase) uma desilusão para nós, principalmente para mim. Desde pequena que adoro castelos. Quando olho para as pedras de um castelo, para as suas muralhas ou para as suas torres, a minha imaginação parte longe, muito longe.

Quando avistei o castelo desde a estrada M580, pisei logo o travão para o meu co-piloto conseguir roubar uma fotografia. Lá estava ele, no meio da serra, rodeado por diferentes tonalidades de verde, imponente e repleto de histórias para contar. Não há dúvidas que adorei esta vista. A desilusão chegou depois, quando chegamos junto ao castelo, demos a volta e… proibido entrar! Gostava de poder ter subido às suas torres, mas a culpa foi nossa, pois não nos informamos previamente. O Castelo encontra-se em manutenção para a sua reabilitação e acessibilização. Mais uma razão para lá voltar.

2 – Praias fluviais

  • Praia Fluvial da Senhora da Piedade 
  • Praia Fluvial da Bogueira
  • Praia Fluvial da Senhora da Graça

Na Lousã existem principalmente 3 praias fluviais, só tivemos tempo de explorar duas delas. O nosso objectivo era alugar uma canoa na praia da Bogueira, mas quando lá chegamos, de manhã cedo, ainda não tinham canoas para alugar, só chegariam no fim de semana seguinte. Optamos então por seguir viagem até o Castelo da Lousã e a praia fluvial da Senhora da Piedade, aqui não há canoas, mas sim uma (pequena) linda cascata e uma água bem clara e fresca. O espaço é pequeno, mas as sombras e as pequenas mesas lá instaladas pareceram ser uma boa opção para passar um dia entre amigos ou família. Fica a dica.

3 – As Aldeias de Xisto

São 12 as aldeias de xisto que podem visitar na Serra da Lousã:

  • Talasnal
  • Casal novo
  • Chiqueiro
  • Candal
  • Cerdeira
  • Aigra Nova
  • Aigra Velha
  • Casal de São Simão
  • Comareira
  • Ferraria de São João
  • Gondramaz
  • Pena

Como só tínhamos um fim de semana na Lousã, acabamos por visitar apenas as três primeiras. Conseguimos visitá-las todas no mesmo dia com muita calma. Começamos pela aldeia de Casal Novo de onde fomos a pé até Chiqueiro antes de ir de carro até Talasnal. No segundo dia estava inicialmente previsto visitar as aldeias de Candal e Cerdeira, até porque queríamos experimentar o restaurante Sabores da Aldeia, mas apeteceu-nos meter os pés ao caminho e partimos explorar outra maravilha de Portugal, as famosas Buracas de Casmilo. (Artigo em breve)

Das três aldeias, Chiqueiro foi a que menos apreciamos, talvez por estar (literalmente) às moscas, com lixo e algumas casas em ruína, foi sem dúvida a menos bonita. Entre Casal Novo e Talasnal a escolha é difícil, mas se o tempo for pouco e só puderem visitar uma aldeia de xisto, mais vale apostar em Talasnal. É a maior de todas, a mais “fotogénica” e por isso mesmo, também é a mais turística. Se bem que em pleno mês de Julho estávamos bastante sossegados e ficamos por duas vezes sozinhos em duas esplanadas diferentes da aldeia. 

 

 

 

4 – O baloiço de Trevim

Este baloiço ficou bastante famoso nas redes sociais, criado pelo projecto Isto é Lousã, este baloiço tem uma vista fabulosa sobre a serra da Lousã tendo em conta que se encontra no chamado alto de Trevim, a 1 200 m de altitude. É fácil passar por lá se forem até a aldeia de Candal.

5 – Percursos pedestres

Existem diversos percursos pedestres, seleccionamos aqui os 3 principais, mas poderão encontrar outras alternativas no site das Aldeias de Xisto

  • PR1 – Caminho do Xisto da Lousã – Rota dos Moinhos
    • 6 kms, circular, duração ~2h30, fácil
    • Pontos de interesse: Castelo da Lousã, Santuário da Nossa Senhora da Piedade
  • PR2 – Caminho do Xisto da Lousã – Rota das Aldeias do Xisto da Lousã
    • 6 kms, circular, duração ~3h, dificuldade média
    • Pontos de interesse: Castelo da Lousã, Santuário da Nossa Senhora da Piedade, Talasnal e Casal Novo
  • PR3 – Caminho do Xisto da Lousã – Rota da Levada
    • 7 kms, linear, duração 3h30, difícil
    • Pontos de interesse: Castelo da Lousã, Ribeira de São João, Cerdeira, Candal

Não se esqueçam de levar bastante água e um chapéu, pois fica rapidamente calor na serra e algumas partes destes percursos não têm sombra.

Serra da Lousã | Onde Dormir?

Aproveitamos uma oferta (de umas pessoas que nos são muito queridas) para ficar no Quintal de Além do Ribeiro, uma quinta muito agradável a poucos minutos do centro da Lousã. São várias casas e quartos com um grande jardim, uma bela piscina (onde aproveitamos para dar um mergulho à luz das estrelas) e uma sala de estar com vários jogos. O pequeno almoço é servido todos os dias com produtos frescos. O único defeito (ou não) foi a falta de acesso à rede Wi-Fi na casinha onde ficamos, penso que os quartos serão melhor porque têm uma varanda e ficam frente à piscina, parecem ser mais modernos. O espaço é muito agradável para passar uns dias a relaxar.

🛌 QUERO RESERVAR ESTE HOTEL

 

Se quiserem algo mais luxuoso, um dos melhores hotéis da zona é sem dúvida o famoso Palácio da Lousã Boutique Hotel. Este hotel de 4 estrelas está na lista do Património Mundial, ocupa um palácio do século XVIII e combina um cenário histórico com vistas fabulosas para a Serra da Lousã. Tem uma piscina exterior e um restaurante.

 

🛌 QUERO RESERVAR ESTE HOTEL

Se ainda não encontraram o vosso hotel ideal, podem procurar aqui as melhores ofertas para a Lousã:



Booking.com

Serra da Lousã | Onde Comer?

Antes de começar a descrever as nossos experiências gastronómicas, é preciso saber que os restaurantes da Lousã são muito concorridos durante o fim de semana, sendo imprescindível reservar pelo menos 1 semana antes!!

  • Restaurante Casa Velha

Este restaurante fica no centro da Lousã e foi o primeiro restaurante que experimentamos quando chegamos (já bem tarde) na sexta à noite. Percebemos logo que não iríamos passar fome na Lousã. Existem vários pratos do dia e sobremesas deliciosas, tudo muito bem servido com doses “à portuguesa”. Preço médio para 2 pessoas: 30-35€ (entrada + prato + sobremesa + bebida).

  • O Burgo

Este restaurante fica junto à praia fluvial da Senhora da Piedade. Tivemos direito a uma mesa junto à grande janela com vista para o rio. Optamos por pedir a famosa chanfana (típica desta região) e o cabrito assado com castanhas. Não me lembro de comer um cabrito tão bom, as castanhas estavam no ponto e o molho… acho que não vale a pena dizer mais nada. Pedimos meia dose para cada um de nós e acabou por sobrar!  Preço médio para 2 pessoas: 30-35€ (entrada + prato + sobremesa + bebida).

  • Restaurante Ti Lena

Na aldeia de Talasnal, logo à entrada, fica este pequeno restaurante que só abre ao fim de semana. Quando ligamos (uma semana antes) já não tinham lugares para sábado à noite!! Após um choradinho ao telefone, a senhora foi super simpática e conseguiu arranjar uma mesinha para 2. É preciso reservar já o prato por telefone. Ao chegar, fomos logo recebidos com um sorriso caloroso, uma mesinha aguardava junto à parede de pedra numa pequena sala onde nos sentimos logo bem, como se estivéssemos em casa. Já nos aguardavam na mesa azeitonas e um queijo fatiado delicioso ao qual seguiu um cabrito com batatas e castanhas assadas no forno, um regalo. Mas o top do top foi sem dúvida a sobremesa, mousse de morango caseira, vale a pena guardar um espaço para esta sobremesa! Comparativamente aos outros restaurantes que experimentamos durante o fim de semana o preço foi superior, mas não é todos os dias que se come numa aldeia de xisto. Preço médio para 2 pessoas: 50-60€ (entrada + prato + sobremesa + bebida)

  • Sabores da Aldeia

Não conseguimos experimentar este restaurante, do qual já tivemos excelente feedback. Os nossos amigos do blogue LetsRunAway comeram lá uma deliciosa chanfana e tiraram fotografias maravilhosas na aldeia de Candal. Podem ver aqui o relato deles Um saltinho à Serra da Lousã. Fica a sugestão.


 

Podem consultar aqui o nosso mapa interactivo com todos os locais mencionados no artigo:

Gostaram do nosso mini-guia para visitar a Lousã? Algum sítio que gostariam de acrescentar? Partilhem connosco nos comentários 🙂

 

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

One thought on “O que visitar na serra da Lousã?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *