Um fim de semana em Estrasburgo

Um fim de semana em Estrasburgo

Estrasburgo, pequena cidade repleta de encanto, cores, animação e uma comida deliciosa com pratos bem servidos (quase à portuguesa). Ideal para um fim de semana relaxado em família, entre amigos ou a dois. Para ver o os sítios mais belos e importantes desta cidade, 2 a 3 dias chegam perfeitamente.

O que fazer em Estrasburgo?

  • Visitar a cidade antiga da Petite France, também conhecida como a pequena Veneza de França. Devido ao encanto das suas ruelas coloridas, dos seus vários canais entre-cruzados,  e das suas típicas casas inclinadas, tornou-se num dos incontornáveis da cidade.
    DCIM103GOPROGOPR4205.
    La Petite France

    E claro, não se pode passear por essas ruelas sem comer um crepe quente 😉 Existe também a possibilidade de fazer um passeio de barco pelos canais, trata-se de uma actividade turística e cara para ver algo que é muito mais encantador a pé.

    _JMD2330
    La petite France, place Benjamin
  • Visitar a Catedral de Notre Dame de Estrasburgomonumento impressionante tanto pela sua altura (com a sua torre principal culminando a 142 metros) como pelos seus detalhes esculpidos na pedra. Mas por dentro é que se vê a verdadeira beleza desta catedral de arquitectura gótica, com os seus arcos em ogiva, os seus vitrais coloridos, o seu órgão deslumbrante e a sua rosácea sublime. Acho-a ainda mais imponente que a catedral de Notre Dame de Paris. Aberta das 07h às 11h20 e das 12h40 às 19h, mas os horários podem variar.

    _JMD2667.jpg
    Catedral de Notre Dame de Estrasburgo
  • Passear pelo “Parc de l’Orangerie“: jardim lindíssimo (o mais antigo da cidade) onde poderão admirar, em qualquer altura do ano, as suas belas cegonhas e seus gigantescos ninhos. Desde 1971, mais de 800 cegonhas nasceram neste parque, estas aves são hoje o símbolo da Alsácia. Podem ainda visitar o parque zoológico (gratuito) que se encontra neste jardim aberto 24/24h.

    _JMD2648
    Cegonha no “Parc de l’Orangerie”
  • As pontes cobertas: são na realidade 3 pontes e 4 torres por cima do rio III, na Petite France, construídas no século XIII para proteger a cidade. Este sítio é particularmente bonito para se visitar à noite devido aos reflexos das luzes no rio.

    _JMD2562.jpg
    Pontes cobertas
  • Museu de arte moderna e contemporânea onde poderão admirar os quadros de Monet, Picasso, Kandinsky, Brauner… Também possui uma galeria consagrada a Gustave Doré. Além disso, o seu terraço panorâmico oferece uma vista deslumbrante sobre as pontes cobertas. Preço do bilhete: 7€ (adultos), 3.5€ (estudantes). Aberto das 10h às 18h. Encerra às segundas.

Outros sítios de interesse em Estrasburgo:

  • Maison Kammerzell: O mais impressionante nesta casa (hotel/restaurante) é a sua fachada imponente e deatalhada.
  • Igreja Saint-Thomas. Horário de inverno (Novembro-Março): aberta das 10h às 17h. Horário de verão (Abril-Outubro): aberta das 10h às 18h. Mas os horários podem variar.
  • Igreja Saint-Paul
  • Palácio Rohan. Preço dos bilhetes: 6.5€ (adultos), 3.5€ (estudantes). Aberto das 10h às 18h. Encerra às terças.
  • Museu alsaciano. Preço dos bilhetes: 6.5€ (adultos), 3.5€ (estudantes). Aberto das 10h às 18h. Encerra às terças.
  • Parque de Heyritz
  • Jardim “des deux rives”
  • Parque de Pourtalès
  • Parque da Citadelle
  • Ópera de Estrasburgo

Existe a possibilidade de comprar um passe MUSEUS que dá acesso ilimitado a todos os museus da cidade. Passe 1 dia: 12€ (adultos), 6€ (estudantes). Passe 3 dias: 18€ (adultos) 12€ (estudantes).

Estrasburgo é também conhecida como uma das capitais da Europa, devido às inúmeras instituições europeias que ela abriga, entre as quais o Conselho europeu, o Parlamento europeu e a Corte Europeia dos Direitos Humanos.


tested-seal

  • Aux p’tits Crocs:

Excelente restaurante, próximo da catedral de Notre Dame de Estrasburgo onde poderão saborear uma deliciosa choucroute e outros pratos típicos da Alsácia. Um serviço impecável, um prato bem servido com comida de qualidade e uma relação qualidade/preço imbatível. Não aceitam reservas mas nós fomos cedo e tivemos logo uma mesa. De qualquer modo, se não tiverem logo uma mesa acreditem que o tempo de espera valerá a pena.

[ABTM id=4455]

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *