Tudo o que precisa saber sobre Montmartre

Tudo o que precisa saber sobre Montmartre

Passado 2 anos decidimos voltar a um dos nossos sítios favoritos de Paris, o quartier dos artistas, dos músicos e dos pintores… estou obviamente a falar de Montmartre e da sua belíssima basílica, o Sagrado Coração de Paris. Mas Montmartre tem muito mais que uma basílica, esta zona de Paris tem um encanto peculiar, um charme que enfeitiça qualquer viajante que por ali passa, e já irão perceber porque.

Onde fica Montmartre?

Montmartre é um bairro antigo e boémio que fica numa colina no norte de Paris,  no cimo dessa colina fica a famosa basílica do Sagrado Coração.

Primeiro é preciso saber como se chega a esta zona de Paris. Nada mais simples, basta apanhar o metro linha 2 até a estação de Anvers. Ao sair do metro têm logo uma ruela que sobe (rua de Steinkerque) de onde já poderão admirar o Sagrado Coração. Nessa rua encontrarão várias lojas de lembranças, creperias e uma casa de chocolate, a Maison Georges Lanicol onde poderão ver esculturas feitas de chocolate representando monumentos famosos de Paris. No fim da rua poderão escolher entre 2 opções: subir pela escadaria frente à basílica passando pelo jardim (não custa nada, acreditem e a vista é linda 😉 ) ou subir pelo funicular.

GOPR4302.jpg
Escadaria do square Louise Michel

Se optarem por subir pela escadaria, irão reparar que é um sítio bastante apreciado por vendedores de rua que poderão até ser chatos e insistentes, e se conseguirem enfiar uma pulseira na vossa mão ainda vos obrigam a pagar… tenham cuidado, o melhor é recusar e afastar-se 😉 

Informações úteis:

  • Quanto custa andar de funicular? o mesmo que andar de metro, o ticket é o mesmo, ou seja 1,80€.
  • Horários do funicular: aberto todos os dias das 6h às 00h45

E o que faço lá em Montmartre?

Frente à basílica reúnem-se diariamente alguns dos melhores artistas de rua, por isso, o melhor depois deste pequeno esforço a subir, é sentar-se na escadaria e desfrutar destes pequenos espectáculos bem divertidos.

GOPR4315_Moment
Show de um artista de rua

Não podem passar por Montmartre sem entrar na basílica e muito menos sem subir ao topo da sua cúpula onde terão uma das mais belas vistas de Paris.

GOPR4391.jpg
Vista do topo da cúpula do sagrado coração. À esquerda está a  Torre Eiffel e no fundo em frente La Défense.

As escadas são apertadinhas e no total terão de subir 300 degraus, mas o esforço vale mesmo a pena.

Informações úteis:

  • Quanto custa entrar na basílica? Nada, é de graça
  • Horários da basílica: aberta todos os dias das 6h às 22h30
  • Quanto custa subir à cúpula? 6€ 
  • Horários para subir à cúpula: 9h30-20h (de Maio a Setembro) e 9h30-17h (de Outubro a Abril).

Seguindo depois a rua à esquerda da basílica irá encontrar uma bifurcação, uma ruela à esquerda e outra à direita que dá a volta à basílica. Primeiro dêem a volta à basílica porque a vista de trás também é muito gira e assim aproveitam para passear pelo pequeno jardim que aí se encontra.

GOPR4368.jpg
Square Marcel Bleustein Blanchet

Ao sair do jardim voltem então para essa tal rua que se encontra à esquerda da basílica (rue du Chevalier de la Barre) e ao fim da rua virando à esquerda (rue du Mont Cenis) irão encontrar uma praceta muito famosa chamada Place du Tertre, onde se encontram diversos pintores que fazem diariamente várias caricaturas e vários retratos com estilos diferentes. Quando visitamos Paris juntos pela primeira vez decidimos guardar uma lembrança desse dia com uma caricatura realizada nessa famosa praceta e até hoje é das melhores lembranças “materiais” que temos.

GOPR4345_Moment2.jpg
Place du Tertre

Se pretenderem fazer um retrato ou uma caricatura recomendo perder algum tempo a observar os vários estilos dos pintores para não ficar desiludido no fim (têm de regatear bem o preço, o nosso pediu-nos 40€ e acabamos por pagar 20€ pela caricatura de casal).

Sabiam que:

A escolha preferencial dos artistas, pintores e músicos por este bairro de Paris não é nenhum acaso. Entre o final do século XIX e início do século XX, viveram nestas ruas diversos grandes pintores como Dalí, Van Gogh, Picasso, Degas, Renoir… Nessa altura o bairro de Montmartre encontrava-se fora dos limites de Paris e por isso não se aplicavam aí os impostos da capital.  Os cantores e dançarinos também contribuíram para a fama deste bairro boémio graças à famosa Revue Féerie do Moulin Rouge.

 

Devido ao passado deste bairro existe uma multitude de sítios para visitar:

  • Musée Montmartre e jardins do Renoir: Tarifa9,50 € adultos; 7,50 € estudantes; 5,50 € para os 10-17 anos. Horário: aberto todos os dias das 10h às 18h.
  • Espaço Dali: exposição permanente da obra de Salvador Dali. Tarifa: 11,50€ adultos ; 7€ estudantes. Horário: aberto todos os dias das 10h às 18h. Em Julho e Agosto fica aberto até às 20h.
  • Halle Saint Pierre:  Musée d’Art Brut, Musée d’Art singulier onde se encontram exposições temporárias. Entrada: 8,5€ adultos e 6,5€ estudantes. Horário: 2ª à 6ª aberto das 11h às 18h ; ao sábado das 11h às 19h ; aos domingos das 12h às 18h. Em Agosto aberto das 12h às 18h durante a semana e encerrado ao fim de semana. 
  • Vinhas de Montmartre: entre a rua des Saules e a rua Saint Vincent estão as vinhas de Montmartre que dão origem a um vinho único deste bairro. As vindimas são realizadas todos os anos em Outubro dando origem a uma grande festa durante a qual o vinho é vendido em leilão.
  • Le mur des Je t’aime: localizado na praça Les Abesses, este muro muito prezado dos viajantes apaixonados tem lá escrito “Amo-te”  em diversas línguas.
  • Le café des 2 moulins: quem já viu o filme O fabuloso destino de Amélie Poulain irá certamente reconhecer o pequeno restaurante onde a Amélie trabalhava. Este café situa-se na rua Lepic.
  • Moulin de la galette: moinho de vento localizado na esquina da rua Lepic. Este moinho tornou-se famoso devido aos célebres bailes do Moulin da la Galette que aí ocorriam e que foram imortalizados nas obras de Renoir (Bal du moulin de la Galette), Van Gogh, Pissarro, Toulouse-Lautrec, Picasso, Dufy, Utrillo
  • Moulin Rouge: era impossível falar de Montmartre sem citar o cabaret mais famoso de França! Contar no mínimo com 115€ para assistir a um espectáculo (com champagne) e 175€ para jantar + espectáculo. Poderão reservar aqui

Aqui têm a nossa sugestão de itinerário (uma bela caminhada) para ver os principais sítios de interesse em Montmartre 😉

E onde comer?

  • Crêperie brocéliande: para quem ainda não leu o nosso artigo sobre Onde comer em Paris poderá dar uma vista de olhos na nossa lista e encontrará lá este pequeno restaurante localizado na rue des Trois Frères em Montmartre onde poderá saborear uma excelente galette de sarrasin.
  • Le refuge des fondue: para quem procura um sítio divertido e bastante original onde comer uma boa fondue este é o lugar certo! Primeiro o sítio é tão pequeno que o servente vos ajudará a pular a mesa para o outro lado (cuidado com as saias meninas :p), depois irão beber vinho por um biberão e no fim poderão escrever uma palavrinha de agradecimento nas paredes do restaurante. 

 

Fica aqui um pequeno vídeo do nosso dia em Montmartre 😉

https://youtu.be/n-ai69huUys

 

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

5 thoughts on “Tudo o que precisa saber sobre Montmartre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *