Tailândia – Os nossos “Tested & Approved (or not)”

Tailândia – Os nossos “Tested & Approved (or not)”

Antes de viajar tenho por hábito pesquisar nos forums e blogs de viagem para ter alguns feedbacks e informações úteis sobre hotéis e agências locais para não ter nenhuma má surpresa, por isso acho importante partilhar também as minhas próprias experiências:

tested-seal

Em Bangkok/Ayutthaya:DSC_0021.JPG

  • O nosso hotel: Chern hostel, bem localizado e renovado. Ficamos num dormitório de 8 camas por 10€ cada noite. O atendimento foi impecável, sorridente e o pessoal sempre disponível para nos ajudar.
  • Thip Samai: onde se come um dos melhores pad thai de Bangkok! Foi das melhores refeições que fizemos durante a nossa viagem, o pad thai com ovo e camarão é divinal e o sumo de laranja natural uma delícia. Tem uma fila enorme, mas o serviço é rápido e fazem take away.
  • Hansathai travel: reservamos com esta agência o táxi que nos foi buscar ao aeroporto e o táxi que nos levou a Kanchanaburi, foi a agência mais barata que encontramos, o taxista era impecável e deram muitas dicas para o resto da viagem.
  • Ikankayak: O Vincent, dono desta empresa, foi quem tratou de tudo para o nosso passeio de kayak no rio Kwai. O rio estava muito calmo em Dezembro e foi um passeio muito sereno e agradável, estávamos sozinhos no rio, os kayaks eram confortáveis e o Vincent foi ter connosco de carro com os nossos sacos à ponte do rio Kwai onde acabava o nosso percurso de 2h. 
  • The Seven Seas, restaurante/bar muito agradável ao pé da estação de comboio de Ayutthaya para quem, como nós, tem de ficar à espera do comboio noturno para Chiang Mai.
  • Para quem não encontrar um táxi barato para ir até Ayutthaya e visitar a cidade, outra alternativa barata é ir de comboio, deixar as malas na estação num cacifo e depois regatear muito bem o preço dum tuk-tuk para visitar a cidade. Esqueçam as bicicletas porque com o calor asiático parece mais tortura que outra coisa.

Em Chiang Mai:

GOPR1097.jpg

  • Agvoyage: foi com eles que combinamos todos os passeios em Chiang Mai, incluindo a reserva do táxi para o Doi Inthanon. Se ficarem a dormir nos Bungalows da mesma agência (Bungalows guesthouse) fazem um desconto para os passeios. Adoramos cada momento desta estadia. Os bungalows são confortáveis (único defeito: a ligeira falta de limpeza da casa de banho e o barulho matinal), o pequeno almoço era óptimo (mas aqui posso ser tendenciosa já que era comida francesa com direito a croissant!) e as massagens foram muito agradáveis 🙂 O ambiente do bar e a decoração de todo o espaço do hotel é linda e acolhedora. As actividades dos 3 primeiros dias foram todas memoráveis e o táxi para o último dia era muito simpático e esperou sempre por nós.

Em Naithon Beach:

DCIM101GOPROGOPR1975.

  • Naithon Beach Mansion: Hotel simples mas confortável com um pequeno-almoço muito copioso e delicioso com fruta sempre fresca. O hotel além de ficar a 3 minutos a pé da praia ainda dispõe de uma conexão wifi gratuita, uma zona de spa com diversas massagens corporais, um frigorífico em cada quarto com água fresca incluída, uma casa de banho privada e ar condicionado. Tudo isto por um preço muito acessível. Mas o must deste hotel é sem dúvida a proprietária que pela simpatia, alegria e sentido de humor extraordinário nos deixa apenas este desejo: voltar o mais rapidamente possível para este pequeno paraíso.

Em Khao Sok:

  • Só posso recomendar a agência Explorer Khao Sok, são muito responsivos por mail e ajudaram-nos a escolher a melhor opção para nós. Como só tínhamos 2 dias para aproveitar este parque, o Sylvain recomendou-nos a estadia no Lagouma experiência inesquecível, e tratou de tudo para o guia nos ir buscar a Naithon e nos deixar depois em Phang Nga onde iríamos prosseguir a viagem.

Em Karon, Phuket:

  • Manohra Cozy resort: este hotel é excelente, fica a 10 minutos a pé da praia de Karon, tem piscina exterior com um bar onde podem beber uns bons cocktails e comer umas batatas fritas caseiras e sandes deliciosas. Servem alguns pratos para jantar mas é relativamente caro… dá para comprar fora e comer nas mesas do bar depois das 21h.
  • Visitar a coral island: gostei muita desta pequena ilha de areia branca e foi dos sítios onde vimos mais peixes tropicais. 

Em Phiphi:

  • Phi phi Bayview resort: hotel muito agradável, com um serviço excelente, levaram-nos as malas para os quartos, forneceram toalhas de praia e toalhas de banho. Possuem uma piscina e uma pequena praia privada que estava praticamente vazia quando estivemos lá.
  • Excursão a Maya Bay ao amanhecer ou ao por do sol, ou seja, durante o dia esqueçam porque esta praia fica repleta de gente… Nós optamos por acordar antes do nascer do sol e alugar um barco que nos levou até esta praia lindíssima, e foi um momento mágico, estávamos sozinhos numa das praias mais bonitas do mundo. A partir das 7h30 começaram a chegar dezenas de barcos…

23

  • A asiadiscovery com quem tínhamos combinado a visita ao mercado flutuante, taxista pouco simpático que não falava inglês e que não nos deixou alternativas para o barco cujo preço não estava incluído (por mail tinham me dito que o barco era opcional, mas afinal sem ele não chegávamos ao mercado…).
 [ABTM id=4455]

 

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

6 thoughts on “Tailândia – Os nossos “Tested & Approved (or not)”

  1. Amei seu blog, amo viajar. Como não consigo ($) viajar o quanto realmente gostaria, vou viajando nos teus posts… E acho que o tipo de viagem que você gosta é o meu também! Beijos Claudia

  2. Olá gostei muito das suas dicas dão imenso jeito vou à tailandia em novembro e gostaria de saber de phuket para as ilhas alugou lá ou já tinha reservado antes? E que tipo de barco alugou? Obrigado 🙂

    1. Olá Veronica. Obrigada, fico contente por ajudar com o blog 😉 Em Phuket, fomos de táxi do hotel até o ferry e aí compramos o bilhete para as ilhas phiphi (fica mais barato comprar directamente ida e volta, os bilhetes não têm data por isso pode voltar quando quiser). Se tiver previamente reservado um hotel em phiphi, há sempre alguém do hotel que fica à espera dos hóspedes junto ao ferry e que vos pode levar até o hotel (esse serviço pode ser de graça ou com custo adicional dependendo do hotel, no Bay View resort foi de graça). Também pode comprar os bilhetes de ferry na net, por vezes há promoções. Boa viagem no país dos sorrisos! Qualquer dúvida não hesite 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *