Roteiro completo para visitar Paris – O nosso Guia turístico

Roteiro completo para visitar Paris – O nosso Guia turístico

Era um dos nossos sonhos, viver em Paris. E foi entre 2013 e 2014 que realizamos esse sonho em comum. Apesar de ter nascido e crescido pertinho de Paris, viver na capital foi para mim uma experiência totalmente diferente. Uma cidade megalómana para alguns, romântica para outros, a verdade é que cada ruela de Paris nos surpreende, cada esquina revela um monumento e cada dia oferece um leque infinito de actividades e oportunidades. Reunimos então, neste roteiro pela capital francesa, todas as informações úteis de cada monumento, museu, praceta, jardim… que têm de conhecer durante uma estadia em Paris! Mas antes disso, deixamos aqui umas dicas e sugestões de hotéis 😉

Onde Dormir em Paris

Os hotéis em Paris não são dos mais baratos , é verdade, mas dormir fora do centro de Paris não é uma opção! Pode parecer mais barato, mas não o é! Não se esqueçam que terão de pagar depois os transportes (RER) para ir para o centro de Paris todos os dias, ida e volta. Além disso, estarão limitados pelos horários do RER para poder regressar ao hotel, os trajectos para a periferia podem ser longos com atrasos e confusão, depois de um dia cansativo não irão gostar da experiência. Já que vão visitar Paris, vale a pena sentir e viver a verdadeira essência do centro desta cidade!

Dentro de Paris, a zona que considero mais central e mais prática para visitar a cidade é a zona do “1er, 4ème, 5ème, 6ème arrondissements”, ou seja, perto da Catedral de Notre-Dame de Paris, Louvre e Quartier Latin. 
.

Não acho que Paris seja uma cidade perigosa, mas é preciso ter alguns cuidados, como não andar em zonas pouco turísticas à noite com objectos de grande valores, andar sempre com a mala/mochila virada para a frente principalmente no metro e autocarros… Algumas estações de metro são consideradas mais perigosas à noite como Chatelet, Gare du Nord, Barbès entre outras. Pessoalmente nunca tive problemas e já andei várias vezes sozinha por esses lados, basta não chatear ninguém, nem ser provocante (pode parecer óbvio para alguns, mas algumas pessoas não percebem bem esse conceito de não provocar…)

Como encontrar um sítio barato para dormir em Paris?

Não é assim tão complicado! Não precisam de se arruinar para visitar esta linda cidade! Após várias recomendações de amigos, decidi experimentar há bem pouco tempo o famoso site Airbnb. É um site bastante fácil de usar, basta colocar o nome da cidade para onde pretendem viajar e aparecem todos os quartos disponíveis nessa zona. A diferença com outros sites de reserva como o Booking ou Agoda é que são, na grande maioria, quartos ou apartamentos disponibilizados por pessoas que têm um espaço livre e que querem ganhar mais uns trocos. Contudo, os próprios hotéis também usam esta plataforma e por vezes os preços são mais vantajosos (talvez devido a uma comissão mais baixa no Airbnb). Este negócio funciona muito bem porque no fim de cada estadia é preciso avaliar o seu anfitrião e podemos deixar um comentário que aparece depois na página do quarto/apartamento para alugar. Paris, sendo uma cidade com muita procura acaba por ter imensa escolha no Airbnb, com preços para todas as carteiras e quartos para todos os gostos, desde dormitórios a apartamentos de luxo passando por quartos com casa de banho privativa, de certeza que encontrarão um ao vosso gosto 😉 

Ao inscreverem-se através –> deste link <– ganham automaticamente um crédito de 35€ (e eu também), é uma política bastante interessante do Airbnb para promover a plataforma deles, depois de inscritos também poderão convidar os vossos amigos e familiares e ganhar assim mais crédito de viagem!

.

Se mesmo assim não encontrarem nada ao vosso agrado, deixo aqui uma sugestão de hotéis (não testados por nós mas com boas recomendações de viajantes):

O MAIS ECONÓMICO: Hotel de Ménilmontant

  • Preço: 40€/noite o quarto duplo.
  • Boa localização: a 60 metros da estação de metro Ménilmontant (linha 2) e a 100m da animada rua de Oberkampf. Podem ver aqui a localização exacta.
  • Comodidades: casa de banho privada, wi-fi, TV, aquecimento, armazenamento de bagagens.

O MAIS CENTRAL: Hotel de la Place du Louvre

  • Preço: 115€/noite o quarto duplo
  • Localização perfeita: a 2 min a pé do Louvre, no centro mesmo de Paris. Podem ver aqui a localização exacta.
  • Comodidades: casa de banho privada, wi-fi, TV, ar condicionado/aquecimento, bar, buffet pequeno-almoço (17€), estacionamento.

O MAIS LUXUOSO: Hotel Da Vinci & Spa

  • Preço: 215€/noite por quarto duplo
  • Localização perfeita: em Saint-Germain-des-Prés, no quartier Latin, a 600 m do Louvre e museu d’Orsay. Podem ver a localização exacta aqui.
  • Comodidades: casa de banho privada, wi-fi, TV, ar condicionado/aquecimento, acesso ao spa incluído, buffet pequeno-almoço (19€), estacionamento, bar, armazenamento de bagagens.

Em cada dia do itinerário irei colocar sugestões de restaurantes para almoçar e jantar, mas também podem consultar a lista dos nossos restaurantes favoritos em Paris aqui 🙂

DIA 1 – ILHA DA CITÉ + ILHA SAINT-LOUIS

.

Como chegar: metro linha 4/RER B/RER C – Estação Saint-Michel Notre-Dame
.

Depois de sair do metro, atravessem a ponte Saint-Michel que liga o 6ème arrondissement à chamada ilha da Cité onde se encontra a Catedral de Notre-Dame. Depois de atravessar a ponte, à vossa esquerda poderão admirar a Sainte Chapelle e mais à frente a Conciergerie (antiga prisão onde esteve a Marie-Antoinette). No fim da rua, seguem pela direita, junto ao rio, e aproveitem para passear pelo mercado das flores e pássaros que ocorre todos os dias das 08h00-19h30. Daí seguem então para a Catedral de Notre-Dame, vale a pena entrar para admirar os vitrais e a arquitectura imponente deste tesouro gótico.

Notre-Dame de Paris
Notre-Dame de Paris
Catedral de Notre-Dame de Paris
  • Horário: 08h00-18h45 – Sábados e Domingos das 08h00-19h15
  • Acesso Gratuito
.

No fim da visita, porque não subir os 400 degraus das torres e desfrutar assim da vista mais bonita de Paris ao lado das famosas gárgulas e quimeras do corcunda de Notre-Dame.

TORRES DA Catedral de Notre-Dame de Paris
  • Horário: 01/04-30/09: 10h-18h30; 01/10-31/03: 10h-17h30. Nocturnos em Julho e Agosto às sextas e sábado (aberto até às 23h)
  • Tarifa: 10€ (adultos), Gratuito para os <18anos e para os 18-25 anos residentes da UE, deficientes + acompanhante e desempregados com atestado <6meses.
c
Nas Torres de Notre-Dame de Paris
Nas Torres de Notre-Dame de Paris

Ao sair da catedral caminhem pelo jardim Jean XXIII até à extremidade da ilha onde poderão atravessar a ponte de l’Archevêché que liga a ilha da Cité à ilha de Saint-Louis. É na ilha de Saint-Louis que poderão saborear o melhor gelado de Paris na reconhecida Maison Berthillon.

Depois de um agradável passeio pelas ruelas da ilha de Saint-Louis, podem agora seguir pela ponte Sully ou a ponte de la Tournelle, aí encontrarão com facilidade o Instituto do Mundo Árabe. Poucos sabem, mas o acesso ao terraço é gratuito e a vista de lá é maravilhosa, principalmente no final do dia. Enquanto apreciam a vista peçam para saborear um autêntico chá de menta árabe!

Terraço do Instituto do mundo Árabe
Terraço do Instituto do mundo Árabe
INSTITUTO DO MUNDO ÁRABE
  • Horário: 10h-18h. Encerrado às segundas.
  • Acesso ao terraço gratuito.
.

Se ainda não estiverem cansados, podem seguir para o Quartier Latin passando pelo Boulevard Saint-Germain até o museu Cluny onde os apreciadores de artes medievais irão ficar encantados. Para os que preferem a natureza, o jardim do Luxemburgo é o local ideal para passar um final de tarde relaxado.

À noite, deixem-se levar pelo ritmo dos bares e restaurantes do Quartier Latin 😉 

Sugestões para Almoçar:

  • Comme Chai Toi: [50€/pessoa] Para quem gosta de comida caseira de grande qualidade.
  • Le Pré Verre [13-18€/pesso] Um Bistrot francês
  • Chez Nicos: [4-10€/pessoa] Dos melhores crepes de Paris

Sugestões para Jantar

  • Mobster Diner: [8-10€/pessoa] Dos melhores hambúrgueres de Paris
  • La Crete: [16-20€/pessoa] A Grécia em Paris
  • Au bon coin [Menu por 35€/pessoa]: Para um jantar à francesa à descoberta de novos sabores.

 

DIA 2 – ÓPERA GARNIER + INVALIDES + RODIN + TORRE EIFFEL 

Como chegar: metro linha 3, 7 ou 8 – Estação Opéra
.

A Ópera, um incontornável de Paris! Não vale a pena chegar muito cedo, pois as visitas só começam a partir das 10h. Recomendo fortemente pagar um audio-guia ou participar numa visita guiada, pois a experiência torna-se muito mais interessante.

Ópera GARNIER
  • Horário: 17/07-11/09: 10h-17h30; Resto do ano: 10h-16h30. Nos dias de actuação: 10h-13h.
  • Tarifa: Adultos: 11€; < 26 anos: 7€; Gratuito para os <12 anos, desempregados, deficientes e acompanhante.
  • Audio-guia: 5€ disponível em português (duração da visita: 1h)
.

Ao sair da ópera podem aproveitar para passear pelo Boulevard des Capucines até chegar à praça da Madeleine com a sua imponente igreja do mesmo nome. Na rua frente à igreja encontrarão uma das famosas lojas Ladurée, com seus requintados macarons a preços exorbitantes (aproveitem cada dentada!).

Para os mais preguiçosos, poderão apanhar o metro linha 8 directamente até a estação La Tour Maubourg mesmo ao lado dos InvalidesPara os menos preguiçosos, caminhem até a praça da Concorde e sigam junto ao rio pela direita para admirar e atravessar a ponte mais bonita de Paris, a ponte Alexandre III. Depois da ponte já estão nos Invalides onde vale a pena visitar, pelo menos, a majestosa igreja onde se encontra o túmulo de Napoleão I.

DôME INVALIDES – TÚMULO DE NAPOLEÃO I
  • Horário: 01/04-31/10: 10h-18h; 01/11-31/03: 10h-17h.
  • Tarifa: Adultos: 11€; A partir das 17h no verão e 16h no inverno: 9€ para todos; Gratuito para os <18 anos e para os < 26 anos residentes na UE, desempregrados e deficientes mais acompanhante.
  • O bilhete dá acesso à igreja, ao túmulo e ao Musée de l’Armée (bastante interessante e muito detalhado!)

 

Provavelmente, quando chegarem aqui já estará na hora de almoçar, por isso, seleccionamos aqui 2 restaurantes que se encontram mesmo ao lado dos Invalides, para poupar tempo (mas sem poupar dinheiro :p). 

Sugestões para Amoçar

  • Le Florimond: [30-40€/pessoa] Se procuram comida francesa de qualidade num espaço acolhedor.
  • Pasco: [30-40€/pessoa] Um cheirinho ao Mediterrâneo em Paris.
  • Versão + económica: pique-nique no jardim dos Invalides 😉

 

Mesmo ao lado dos Invalides fica o museu Rodin, passear pelos jardins deste pequeno museu foi para nós, uma agradável surpresa (fomos no auge das cores outonais).

dsc_02873

museu rodin e jardim
  • Horário: 10h-17h45
  • Tarifa SÓ JARDIM: Adultos: 4€; <25 anos fora da UE: 2€; Gratuito para os < 26 anos residentes na UE, desempregados e deficientes mais acompanhante. Gratuito PARA TODOS no 1º domingo dos meses de Outubro a Março.
  • Tarifa MUSEU + JARDIM: Adultos: 10€; 18-25 anos fora da UE: 7€. Gratuito para os < 26 anos residentes na UE, desempregados e deficientes mais acompanhante. Gratuito PARA TODOS no 1º domingo dos meses de Outubro a Março.

 

Daqui podem apanhar novamente o metro linha 8 até a estação École Militaire, chegando assim no início do Champs de Mars onde poderão passear até chegar à Torre Eiffel. Para os menos preguiçosos podem fazer o caminho todo a pé (cerca de 10 min).

Escolhi acabar o itinerário com a Torre Eiffel para poderem admirar o pôr-do-sol do cimo da torre, assistindo assim, ao fabuloso espectáculo de ver, aos poucos, nascer a cidade das luzes.

torre eiffel
  • Horário: de junho a setembro: 09h-00h45; Resto do ano: 09h30-23h45
  • Tarifa:
    • 2º andar + topo elevador: 17€ adultos, 14,50€ para os 12-24 anos, 8€ para os <11 anos e deficientes.
    • 2º andar elevador: 11€ adultos, 8,50€ para os 12-24 anos, 4€ para os <11 anos e deficientes.
    • 2º andar escadas: 7€ adultos, 5,00€ para os 12-24 anos, 3€ para os <11 anos e deficientes.

 

DIA 3 : MONTMARTRE

Como chegar: metro linha 2 – Estação Anvers
.

Para não ser repetitiva deixo-vos ler aqui o meu artigo sobre o nosso roteiro por Montmartre, com todas as dicas úteis para um dia inesquecível no bairro boémio de Paris 🙂

DIA 4: MUSEU ORSAY + LOUVRE + ARCO DE TRIOMPHE

Como chegar: a estação mais perto do centro Georges Pompidou é a estação Rambuteau  na linha 11, mas também podem optar por sair em Châtelet RER A, B, D e linhas 1, 4, 7, 11 e 14.
.

No centro Georges Pompidou encontrarão o museu de arte moderna, Atelier Brancusi, uma biblioteca, um restaurante/bar e um terraço com uma fabulosa vista panorâmica sobre Paris. Para aqueles que não têm muito tempo (ou que simplesmente não gostam de arte moderna), é possível aceder directamente ao terraço sem visitar o museu.

Fonte Stravinsky no centro Pompidou
Fonte Stravinsky no centro Pompidou
CENTRE GEORGES POMPIDOU
  • Horário: 11h-22h. Encerrado às terças.
  • Tarifa SÓ TERRAÇO: Adultos: 3€; Gratuito para os < 26 anos residentes na UE, desempregados e deficientes mais acompanhante. Gratuito PARA TODOS no 1º domingo de cada mês.
  • Tarifa MUSEU +TERRAÇO: Adultos: 14€; 18-25 anos residentes fora da UE: 11€Gratuito para os < 26 anos residentes na UE, desempregados e deficientes mais acompanhante. Gratuito PARA TODOS no 1º domingo dos meses de Outubro a Março.
.

Ao lado do centro Pompidou, a Torre Saint Jacques também proporciona uma vista interessante de Paris, mas o seu acesso encontra-se bastante restrito (aberto apenas sextas, sábados e domingos das 10h às 17h). Antes de chegar ao rio, podem ainda passar pela câmara municipal de Paris, o Hôtel de Ville, bem mais impressionante de noite. 

Depois de atravessar o rio sigam até o Museu d’Orsay, no caminho passarão pela famosa ponte das artes.

UMA MERA OPINIÃO: Visitar Paris, sem visitar um único museu é crime! A grande maioria dos turistas acham que devem a todo custo ver o Louvre por ser o maior, o mais famoso e o mais imponente museu de Paris. No entanto, se querem visitar o Louvre “a sério”, têm de ter em conta que é preciso tirar um dia inteiro para isso. Além disso, convém planear a visita seleccionando previamente as zonas que querem ver consultando o mapa do museu. Pessoalmente prefiro mil vezes o museu d’Orsay, é muito mais agradável e menos cansativo sendo possível apreciar verdadeiramente as obras de arte, mas admito que o Louvre em si já é uma obra de arte. Podem perfeitamente trocar o museu d’Orsay pelo Louvre neste itinerário, seleccionando as salas que querem mesmo ver para poupar tempo 😉
.

A visita do museu d’Orsay pode ser feita em 3-6h (depende muito de cada visitante), existe um bar/restaurante no andar superior e podem aceder ao terraço com vista sobre o rio Sena.

Museu d'Orsay
Museu d’Orsay
MUSEU D’ORSAY
  • Horário: 09h30-18h00; Às quintas: 09h30-21h45. Encerrado às segundas.
  • Tarifa:
    • Adultos: 12€
    • Depois das 16h30 (às quintas depois das 18h) : 9€
    • <25 anos não residentes na UE: 9€
    • Gratuito para os <25 residentes na UE, para todos no 1º domingo de cada mês, para todos os <18 anos, deficientes e desempregados.
.

Depois da visita atravessem o rio e chegarão ao jardim das Tuileries, um descanso no meio da confusão parisiense. Se ainda tiverem tempo e se gostarem do Claude Monet, vale mesmo a pena visitar o museu de l’Orangerie, basta 1h pois é pequeno, nesse museu poderão admirar os famosos quadros Les Nymphéas.

Jardin des Tuileries
Jardin des Tuileries

Um dos melhores sítios para admirar o pôr do sol em Paris é sem dúvida junto às pirâmides do Louvre, o sol acaba por incidir nos vidros, reflectindo-se nas águas ao redor, criando uma atmosfera única.

Louvre
Louvre
Louvre
Louvre

Depois de admirar o pôr-do-sol e se ainda tiverem energias, recomendo apanhar o metro linha 1 junto ao Louvre até a estação Charles de Gaulle étoile (Arc de Triomphe). A famosa avenida dos Champs Élysées tem de ser admirada de noite 🙂

Arco de Triomphe
Vista do Arco de Triomphe
ARC DE TRIOMPHE
  • Horário10h00-22h30
  • Tarifa:
    • Adultos: 12€
    • <25 anos não residentes na UE: 9€
    • Gratuito para os <25 residentes na UE, para todos os <18 anos, deficientes e desempregados.

OUTRAS SUGESTÕES

Para quem tiver mais tempo, sugiro adicionar a este roteiro:

  • 1 dia no castelo e jardins de Versalhes, um dos nossos lugares favoritos, talvez o que nos tenha marcado mais, já lá fomos mais de 3 vezes mas nunca nos cansamos de lá ir.
  • Para quem viaja com crianças (ou não) podem também incluir 1 dia na Disney 🙂
  • Para os que desejam visitar o Louvre “a sério”, é preciso contar com mais 1 dia (ou mais!)
  • Para os que desejam conhecer mais jardins em Paris, vale a pena passar pelo jardim Buttes-Chaumont, Parc Monceau e o jardim das plantas onde também se encontra o parque zoológico e o museu da história natural e a Galeria da Evolução que as crianças ( e adultos) irão adorar.

Deixo também aqui uma sugestão de 8 sítios que adoramos visitar de noite em Paris 🙂

 

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

4 thoughts on “Roteiro completo para visitar Paris – O nosso Guia turístico

    1. Ficamos felizes por ajudar Filomena 🙂 Paris é uma cidade muito especial para nós, espero que goste e que tenha uma excelente viagem por essa linda cidade. Depois partilhe aqui o seu feedback ou se encontrar mais algum sítio giro que devemos acrescentar no artigo 😉 Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *