Informações essenciais sobre o México

Informações essenciais sobre o México

Antes de qualquer viagem as nossas perguntas são sempre as mesmas… Qual é a melhor altura para ir? Qual é o custo de vida lá? Será preciso um Visto? Será que há vacinas obrigatórias? E por vezes é difícil encontrar a resposta a todas essas questões… por isso tentamos reunir aqui essas informações essenciais que poderão facilitar a escolha do destino e o planeamento da viagem.


Documentos

  • Passaporte obrigatório com validade 
  • Para entrar no México, todos os turistas precisam de obter uma licença denominada Formulário Migratório para o Turista, que tem uma validade de 180 dias. Esse documento é geralmente distribuído durante o voo ou à chegada em qualquer aeroporto do México. 
  • Para aqueles que fazem escala nos Estados unidos é preciso inscrever-se pelo menos 72h no Electronic System for Travel Autorisation no seguinte site oficial.

Climacli

A melhor altura para visitar o México é entre Outubro e Abril, durante a época seca. No entanto, à noite costuma ficar fresco e de Dezembro a Fevereiro poderá chuviscar na costa das Caraíbas.

Ter em atenção que nas caraíbas, os meses de Setembro e Outubro são propícios às tempestades, com ventos fortes, ondas perigosas e chuvas torrenciais!


Questões de saúde

As informações disponibilizadas aqui não substituem em nada a ida a uma consulta do viajante!!!

Não há vacinas “obrigatórias” para o México no entanto, é essencial ter as vacinas actualizadas segundo o plano de vacinação nacional. 

Vacinas altamente recomendadas:

  • Hepatite A: 2 doses necessárias espaçadas de 6 meses. Para quem não estiver vacinado contra a hepatite B existe uma vacina combinada que necessita então de 3 doses aos 0, 1 e 6 meses.
  • Febre tifóide: 2 doses num intervalo de 30 dias sendo realizada apenas em centro de vacinação internacional.

Outras vacinas:

  • Raiva: recomendada principalmente para longas estadias em zonas rurais. (3 injecções são necessárias). É preciso evitar o contacto com animais selvagens de qualquer tipo. Se fores mordido ou arranhado dirige-te ao hospital mais próximo o mais rapidamente possível
  • Febre amarela: não é necessário se ficar apenas no México.

Medidas de prevenção:

  • Malária: já só existe malária em alguns povos isolados do Chiapas e Yucatán, por isso os tratamentos preventivos não são geralmente necessários.
  • Dengue: ainda presente no México 
  • Doença de chagas: presento no México mas não nas zonas turísticas.
  • Ter cuidado com as aranhas, escorpiões, abelhas e cobras, que podem ser muito perigosas no México. Geralmente não estão presentes nos sítios turísticos.
  • Evitar andar descalço nas praias onde andam muitos cães para evitar a larva migrans cutânea (dermatite pruriginosa).

Mais informações sobre medidas de prevenção gerais para os viajantes e seguro de viagem na nossa página Antes de Viajar.

Ainda têm dúvidas?? Perguntem nos comentários!:)

 

 

Filha e neta de imigrantes, as malas seguem-me desde a minha infância. O meu sonho, conhecer cada recanto do nosso maravilhoso mundo, faz com que esteja constantemente a pensar na próxima viagem. Natural de França, vivo actualmente no Porto, onde sou médica nas horas de trabalho e viajante nos meus tempos livres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *